Menu
Busca Sex, 30 de julho de 2021
(67) 9.9928-2002
CAPITAL

Homem compra pistola e acaba preso ao fazer tiro ao alvo na rua

O rapaz tentou fugir ao avistar a viatura da polícia, mas foi abordado. Com ele, foram localizadas pistola calibre 635 com dois carregadores

24 fevereiro 2019 - 10h10

Tiago Fernandes da Silva, 27 anos, foi preso em flagrante por disparo de arma de fogo, na madrugada deste domingo (24), na Rua Badejo, no Jardim Centro Oeste, em Campo Grande. Conforme boletim de ocorrência, a Polícia Militar fazia rondas na região, quando ouviu estampidos semelhantes a disparos de arma de fogo. Questionados sobre a situação, moradores relataram aos policiais que, um homem havia atirado várias vezes na rua e apontaram a casa dele.

No local, o suspeito tentou fugir ao avistar a viatura da polícia, mas foi abordado. Com ele, foram localizadas uma pistola cromada calibre 635 com dois carregadores – um deles com duas munições. Indagado sobre a documentação referente ao porte de arma de registro, Tiago disse que não tinha, pois havia comprado a arma há uma semana de um desconhecido para segurança pessoal e de seu comércio.

Ele afirmou ainda que não tinha rixas com ninguém e que fez os disparos para testar a arma. Tiago, então, foi preso em flagrante e levado para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Vila Piratininga.

Pedido - No último dia 15 deste mês, reportagem do Campo Grande News mostrou a disparada dos pedidos à superintendência da PF (Polícia Federal) de Campo Grande para ter um revólver em casa ou exibir uma na cintura, apesar da última alternativa nem ter tido as regras alteradas. Em janeiro, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) assinou decreto que facilita a posse de armas. 

De acordo com o chefe da Deleaq (Delegacia de Controle de Armas e Produtos Químico), José Otacílio Della Pace Alves, os números cresceram em fevereiro porque o decreto é de 15 de janeiro deste ano, exigindo um tempo para cumprir os requisitos como testes psicológicos e práticos. “Até no dia 14 de fevereiro deste ano, foram 74 pedidos de aquisição de arma de fogo. A estimativa é fechar o mês de fevereiro com 150”, afirma. Com informações, Campo Grande News.

CORONA 3

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mato Grosso do Sul
Inscrições prorrogadas para a segunda edição do Prêmio Inova
Oportunidade
Estão abertas as inscrições para curso de idiomas na UEMS
Brasília
PP não vai aceitar filiação de Bolsonaro
Dourados
Agesul retira mais de 800 toneladas de lixo das margens da MS-156 em Dourados
Interior
SubsRacial leva Campanha Julho das Pretas a Rochedo, com temas de saúde e educação
Mato Grosso do Sul
Temperaturas voltam a subir e ar seco segue predominando nesta quarta-feira
Mato Grosso do Sul
Governo investe R$ 5,8 milhões na pavimentação da MS-455, criando novo acesso a Capão Seco
Interior
Corpo de Bombeiros monitora incêndios com imagens de satélite e amplia fiscalização em áreas de focos
Campo Grande
Até quando a massa de ar frio polar vai atuar em Mato Grosso do Sul?
Esportes
Hoje é Dia: nota 10 de Comaneci e Dia do Futebol marcam semana