Menu
Busca Qua, 12 de maio de 2021
(67) 9.9928-2002
Dinheiro do Povo

Investimento milionário vai para o ralo e casas serão demolidas

20 abril 2018 - 08h49Por Redação Notícias VIP
Os R$ 2,7 milhões pagos à Morhar ? Organização Social para a construção de casas para as famílias que foram retiradas da antiga favela Cidade de Deus foram jogados no lixo. As únicas 42 (de 326) moradias erguidas no Bairro Vespasiano Martins, ainda em 2016, estão condenadas e serão demolidas. 

Segundo o prefeito Marcos Trad (PSD), em conversa com o Correio do Estado, ?as casas da gestão anterior, todas elas foram condenadas. Vai ter que derrubar e fazer tudo de zero, de novo?, confirmou ao participar de agenda alusiva ao Dia do Índio, celebrado ontem na Subsecretaria de Direitos Humanos, na Rua Barão do Rio Branco.

Segundo a assessoria de imprensa da Agência Municipal de Habitação (Emha), laudo técnico apontou que o lençol freático do local é aflorante, o que ?coloca em risco a vida das pessoas que ali residem?. Assim, seria necessário fazer um rebaixamento da área, começando do zero, o que dispensaria muito mais recursos do que remover as famílias para outro lugar.

Quanto à retirada, a Emha informa que ?a questão sobre para onde as famílias reassentadas nesta localidade irão ainda está sendo avaliada pela Emha com o governo do Estado, entretanto, não há decisão final?.



 
violência contra a mulher

Deixe seu Comentário

Leia Também

Tempo e temperatura
MS tem predomínio de tempo seco e calor de 36°C para a região pantaneira
Covid 19
Dezenas de corpos de possíveis vítimas da covid aparecem na Índia
Campo Grande
Moradores de bairros reclamam de sujeira e insegurança em Campos Grande
Saúde
Após ultrapassar mais de seis mil mortes, MS registra 653 novos casos da Covid-19
Mato Grosso do Sul
Novos secretários da Casa Civil e da Cidadania tomam posse nesta segunda-feira
Campo Grande
Infestação de pragas urbanas alarma moradores de Campo Grande
Vacina
Mato Grosso do Sul recebe novo lote de vacina da Pfizer nesta segunda-feira
F1
Hamilton sobre GP da Espanha de F1: “Aprendi muito sobre Max hoje”
Poluição
Marinha: três navios são suspeitos por manchas de óleo no NE em 2019
Saúde
Fiocruz: pandemia de covid-19 faz vítimas cada vez mais jovens