Menu
Busca Sex, 24 de janeiro de 2020
(67) 9.9928-2002
campo grande

Lixo e mato alto em calçada incomodam moradores e pedestres no Tiradentes

Por Carol Assis
Mato, lixo e materiais de refúgos em construções que se acumulam por trecho da calçada da Avenida José Nogueira Viêira no Bairro Tiradentes, complicam a passagem de pedestres e gera reclamações recorrentes dos moradores pela vizinhança.

Conforme uma leitora que preferiu não se identificar, o trecho em questão fica próximo ao ponto de ônibus do lado de um condomínio residencial. O que incomoda os usuários de coletivos. 

?Nesta esquina era para ser construído galerias mas está fechado a mais de 18 anos e com isso só se acumula lixo e resto de alvenaria, sofá, colchão. Árvores também já tomaram conta do local?, se queixa a moradora.

Limpeza - A coleta de galhos, poda de árvore, restos de construção, sofás, geladeiras e quaisquer outros resíduos volumosos e sem utilidade (inclusive lixo descartado em pontos irregulares), não são de responsabilidade da Solurb, empresa responsável pela coleta de lixo na cidade.

Denúncias - Nestes casos a responsabilidade é da (Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos) que pode ser acionada pelos telefones 3314-3676/3675 // 116 ou 156.
A reportagem encaminhou a situação para a secretária.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Campo Grande
Quando o prefeito não trabalha, a população sofre sem serviço público.
Cigarro contrabandeado
Choque apreende veículo abarrotado de cigarro
Judiciário solta suspeito de crimes de mando
A fiança foi arbitrada em 80 mil e o preso pagou imediatamente
Sorte ou Azar
Mega-Sena acumula e deve pagar R$ 40 milhões no sábado
Futebol
O assassino quer voltar ao futebol, mas está difícil.
Internacional
Indiano morre após ataque de Galo
Economia
China pressiona margens de produtores de carne bovina e impacta frigoríficos brasileiros
Campo Grande
Os buracos do prefeito Trad
Política
Juiz quebra sigilo de Marquito por suspeita de "rachadinha"
Fronteira violenta
Jovem foi morto por pistoleiros na fronteira