Menu
Busca Qua, 16 de outubro de 2019
(67) 9.9928-2002
Campo Grande

Maconha no Bairro Santa Mônica

13 julho 2019 - 12h23Por Plantão de notícias

Os agentes da 5ª CIPM (Companhia Independente de Polícia Militar) chegaram ao endereço após serem acionados para averiguar o suposto abandono de um veículo Celta, que estava estacionado em frente ao imóvel.

Nada de irregular foi constatado quanto a documentação do veículo. No entanto, eles notaram não só que a suspenção traseira do carro havia sido adulterada, como também chamou atenção um forte odor de maconha. 

O carro estava parado em frente a uma residência, que estava com os portões e portas abertas, aparentemente após alguém deixar o local as pressa. Os agentes então entraram no local e encontraram espalhados no quarto, sala e cozinha 175 tabletes de maconha. 

No imóvel também foram recolhidos diversos documentos, contas de luz, anotações referentes à venda de drogas e vários materiais para embalagem e pesagem de drogas. A partir de um dos documentos pessoais encontrados no local a polícia identificou um suspeito, no entanto, ele ainda não foi encontrado. A droga foi encaminhada para a Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico).

Deixe seu Comentário

Leia Também

Covardia
Policial flagra perseguição e 2 são presos após roubarem mulher que caminhava com namorado na Orla
"Morto estava vivo"
Morto grita para sair de caixão e leva familiares às gargalhadas
Policia
Polícia do Rio prende suspeito de usar gás para lavar dinheiro
18 toneladas
Polícia incinera em MS 18,3 toneladas de drogas apreendidas na região de fronteira em dois meses
Policia
Jovem cai em golpe pelo WhatsApp e deposita dinheiro para estelionatário em MS
Justiça
Acusado de matar ex-sogra em MS é considerado inimputável e irá para internação
Política
"Eu quero provar que Moro é o bandido, não eu", diz Lula à RTP
Famosos
16 de outubro : aniversário de 90 anos de Fernanda MontenegroConfira alguns momentos marcantes deste dia!
Frota sugere Pabllo Vittar para ministério: ‘No lugar da Damares, faria melhor’
Fortaleza
Governo do Ceará não confirma morte em prédio que desabou