Menu
Busca Sex, 15 de outubro de 2021
(67) 9.9928-2002
CAPITAL

Moradores fazem vaquinha e compram tinta para sinalizar rua por conta própria na Capital

Por Carol Assis
Para evitar acidentes e mortes, moradores da rua Chapada dos Guimarães, no bairro Izabel Garden, em Campo Grande, resolveram se unir e sinalizar a rua, que acaba servindo de brinquedoteca para muitas crianças quando o sol se põe.  A população reclama da falta de sinalização de trânsito na região, já que os veículos trafegam em alta velocidade e não se preocupam com os pedestres. 

A idosa Marlene Escobar, 63 anos, afirmou ao que a região não possui área de lazer, as crianças utilizam a rua para se reunir e brincar.Aqui é um perigo, eles passam correndo, principalmente os motoqueiros e as crianças não têm onde brincar. No final da tarde, elas acabam brincando na rua mesmo. Os moradores se reuniram, compraram tinta e pintaram a rua para que as pessoas fiquem mais atentas, explica a idosa.

Marlene destaca ainda que as crianças ajudaram na pintura, inclusive improvisaram alguns desenhos pela via. Eles ajudaram a pintar, os moradores começaram a escrever e tem sempre as crianças que querem ajudar os adultos, daí deram pincéis e saíram até alguns desenhos na rua.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Saúde
Em evento histórico, primeira vacina contra malária é aprovada pela OMS
Educação
Relatório aponta impacto da pandemia na saúde mental de adolescentes
Direito
Hipertensão: Quem possui essa condição pode requerer o auxílio-doença ou a aposentadoria por invalidez?
Geral
Facebook, Instagram e Whatsapp têm problemas de acesso nesta segunda
Economia
Ministro defende uso de reservas para capitalizar banco do Brics
Saúde
Ministro chega ao Brasil um dia após testar negativo para covid-19
Brasíl
Eleitores voltam às urnas em 19 cidades para escolha de novo prefeito
Campo Grande
Com ventos de 68 Km/h e 145 mil raios, temporal deixou 13 mil pessoas no escuro
Política
Lei que define sobras de voto em eleições proporcionais é sancionada
Brasília
Senado aprova texto-base de nova Lei de Improbidade Administrativa