Menu
Busca Ter, 26 de janeiro de 2021
(67) 9.9928-2002
Campo Grande

Morreu na frente de presidio em Campo Grande de onde tinha acabado de sair.

02 dezembro 2020 - 16h00Por Plantão de polícia

O preso baleado nesta tarde ao sair do IPCG ( Instituto Penal de Campo Grande, em Campo Grande, é Edilson Rodrigues dos Anjos, 32 anos. Ele já havia sido preso em setembro, por envolvimento em assalto a empresário de Ponta Porã, na fronteira com o Paraguai.

Ele também é acusado de mandar matar duas mulheres na fronteira em Pedro Juan Cabalheiro.

Ele foi alvo de atiradores quando saia do presídio, com alvará em mãos. Os pistoleiros estavam em um Fiat Toro. Além do preso que estava sendo colocado em liberdade, mais duas pessoas ficaram feridas, uma criança e uma jovem de 22 anos.

Assalto na fronteira – O crime no qual o homem baleado se envolveu aconteceu no dia 28 de setembro. Armas e dinheiro foram levadas de uma empresa em Ponta Porã.

Houve uma caçada e Edilson foi preso em Campo Grande. 

Com vários tiros deferidos contra a vítima, alguns feriram uma criança e uma mulher que não tinham nada com os meliantes.

Todos foram levados para o Hospital.

violência contra a mulher 2

Deixe seu Comentário

Leia Também

Janeiro registra mais de 460 óbitos por coronavírus e já é o 3º pior mês da pandemia
Tempo
Terça-feira de tempo claro, calor e pancadas de chuva à tarde
Campo Grande
Casa de Evento na MS-080 reuniu cerca de 15 mil pessoas no sábado no Show de dupla sertaneja
Fronteira
"Gringo Gonzales", considerado um dos mais temidos do mundo do crime, foi preso em PJC.
Fronteira
Pistoleiro que executou policial paraguaio foi preso e transferido para Assunção.
Campo Grande
Festa com aglomeracão é flagrada e organizadores vão parar na polícia.
Oxigênio
Caminhões com carga de oxigênio chegam a Manaus
Covid 19 em MS
Número de casos de Covid-19 continua alto na maioria das cidades do Estado
Vacina
Fiocruz negocia mais 15 milhões de doses de vacina da AstraZeneca
Acidente
Avião cai em TO com jogadores e presidente do Palmas Futebol