Menu
Busca Qua, 21 de outubro de 2020
(67) 9.9928-2002
CRIME

Mulher morre esfaqueada em casa

18 maio 2018 - 15h49Por Redação Notícias VIP
Uma mulher de 28 anos foi morta com 5 facadas no fim da manhã desta sexta-feira (18), dentro da própria casa, no Jardim Itamaracá, em Campo Grande. O marido dela, de 24, ficou ferido.

De acordo com a Polícia Militar (PM), a mulher foi encontrada com 1 ferimento no tórax e 4 no pescoço. O homem tinha um corte profundo entre o rosto e o pescoço. Ele foi levado pelo Samu em estado grave para a Santa Casa.

A vizinha do casal disse que ouviu uma batida forte na porta e ao abrir se deparou com o homem pedindo ajuda, ele disse: ´por favor, salva a minha neném, salva a minha neném". A vizinha ligou para a polícia, e enquanto esperava, encontrou a filha do casal de apenas 1 ano próxima a cena do crime.

De acordo com a vizinha, o casal morava há cerca 8 meses na casa e durante esse período nunca ouviu nenhuma briga. A mulher ainda disse que o casal era pouco sociável. "Era só bom dia e boa noite, quase não tinhamos contato com eles", disse a vizinha.

Os policiais encontraram 1 faca com sangue na casa e móveis revirados. Segundo eles, a mulher já havia denunciado o marido 2 vezes por violência doméstica.

RACISMO NÃO!

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
Operação Índia cumpre mandados no DF e em cinco estados
Saúde
Morre brasileiro voluntário para vacina de Oxford
Pastor hipócrita
Pastor é preso por abuso dentro de ônibus e diz que 'caiu em tentação'
Brasil
Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, está com covid-19
Operação Arla 32
PRF participa de operação de combate a adulteração de combustíveis e Arla 32
Saúde
Não há intenção de compra de vacina chinesa, diz secretário
Política
Bolsonaro diz que governo federal não comprará vacina CoronaVac
Brasilia
Nunes fala de independência de Poderes e ativismo judicial, no Senado
Brasil
PF investiga esquema de corrupção em liberação de licenças ambientais
Esporte
Daniel Cormier critica Adesanya por ‘sarrada’ e série de provocações a Paulo Borrachinha: ‘Deixe o cara em paz’