Menu
Busca Dom, 24 de outubro de 2021
(67) 9.9928-2002
Confira o Vídeo: Omissão e descaso do prefei

Mulher morreu por falta de atendimento, mesmo havendo ordem judicial para Trad transferi-la para UTI em hospital

Por Carol Assis
Nesta  madrugada de sexta-feira (04/05) a dona de casa  Maria Silva de Carvalho 53 anos, faleceu na UPA da Moreninha. A família da dona de casa vive um pesadelo desde a última segunda-feira (30/04). 

Na manhã de quinta-feira (03/05) a filha da dona Maria,  Brunna Carvalho buscou por ajuda do prefeito Marquinhos Trad na prefeitura municipal com uma Ordem Judicial em mãos para transferir sua mãe que estava internada na UPA da Moreninha, para uma UTI em hospital.

O prefeito não recebeu a moça e segundo a estudante uma funcionária do paço municipal passou uma ligação para a estudante onde uma segunda pessoa disse  para a moça que estaria no UPA da Moreninha para resolver a situação da paciente. 

De acordo com a família ninguém esteve na UPA nem prefeito, nem secretário, e ela apresentava um quadro crônico grave que evoluiu rapidamente vindo a falecer. 

A dona de casa morreu por omissão de cuidados. Ocorre que a Ordem Judicial não foi cumprida, uma vez que não houve disponibilização de uma UTI em hospital.

Esta matéria foi editada ás 13:00 desta sexta-feira (04/05) para acréscimo de informações.

CASO

Na frente da Prefeitura Municipal de Campo Grande, na manhã de quinta-feira (03) a estudante de direito, Brunna Raffaela Carvalho de Souza buscou por ajuda para transferir sua (mãe) a dona de casa Maria Silva de Carvalho 53 anos, que esta internada desde a última segunda-feira (30/04) em estado grave na UPA da Moreninha, para uma UTI na Capital. 

Brunna Raffaela Carvalho de Souza, ficou na frente da prefeitura durante toda manhã e não foi recebida pelo prefeito Marquinhos Trad, mais uma funcionária da prefeitura passou uma ligação para a estudante onde uma segunda pessoa disse  para a moça que estaria no UPA da Moreninha para resolver a situação da mãe dela.  

"Nada foi feito, minha mãe continua internada na UPA em estado grave".

A moça disse ainda, que recebeu várias ligações e uma dessas ligações (Ela não sabe dizer quem é a pessoa que ligou) falou que se ela procurasse a imprensa  o Secretário de Saúde Marcelo Vilela não iria ajudar  transferir sua mãe que esta internada na UPA da Moreninha para uma UTI.

Bruna teme pela vida da mãe que esta vomitando sangue, com pneumonia, hemorragia interna e massa no estômago, ela implora pela transferência da sua mãe para uma UTI.

Indignada com o  sofrimento da mãe, ela disse que entrará com uma processo contra o Estado e o Município, pois o caso da dona de casa é grave. Mesmo com uma ação protocolada no Poder Judiciário de Mato Grosso do Sul, Bruna não conseguiu a transferência de sua mãe para uma UTI nesta quinta-feira.  

"Na Defensoria Pública me informaram que se minha mãe não for transferida para uma UTI até amanhã (sexta-feira) terei que retornar no órgão para que outras medidas cabíveis possam ser tomadas em relação ao caso de minha mãe", explicou.

O esposo da dona Maria, Claudionor Cândido de Souza informou a equipe de reportagem do site Notícias Vip que ninguém da prefeitura esteve na UPA nesta quinta-feira. "Mentiram para minha filha dentro da prefeitura, passei o dia todo ao lado da minha esposa no UPA e nenhuma pessoa foi verificar a situação da minha mulher, nem secretário e nem prefeito", frisou.

Ele informou que amanhã  sexta-feira (04/05) completa 48 horas que a família buscou ajuda na Defensoria Pública e que foram informados que se dentro do prazo dona Maria não for transferia para uma UTI, o órgão entrará com uma ação contra o Estado e a Prefeitura.

Esta matéria foi editada ás 19:42 para acréscimo de informações.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Foto de Eduardo Bolsonaro como 'sheik' em Dubai causa onda de críticas; deputado defende gastos
Saúde
Em evento histórico, primeira vacina contra malária é aprovada pela OMS
Educação
Relatório aponta impacto da pandemia na saúde mental de adolescentes
Direito
Hipertensão: Quem possui essa condição pode requerer o auxílio-doença ou a aposentadoria por invalidez?
Geral
Facebook, Instagram e Whatsapp têm problemas de acesso nesta segunda
Economia
Ministro defende uso de reservas para capitalizar banco do Brics
Saúde
Ministro chega ao Brasil um dia após testar negativo para covid-19
Brasíl
Eleitores voltam às urnas em 19 cidades para escolha de novo prefeito
Campo Grande
Com ventos de 68 Km/h e 145 mil raios, temporal deixou 13 mil pessoas no escuro
Política
Lei que define sobras de voto em eleições proporcionais é sancionada