Menu
Busca Dom, 01 de agosto de 2021
(67) 9.9928-2002
CAPITAL

Mulher que matou idosa em MS batendo a cabeça dela no meio-fio chamava a vítima de 'vozinha querida'

27 fevereiro 2019 - 06h30

Vó, vozinha, vozinha querida, essas eram algumas das maneiras que a motorista particular Pamela Ortiz de Carvalho, de 36 anos, usava para chamar a idosa, de 79 anos, assassinada por ela brutalmente em Campo Grande, no sábado (23). A informação é da Polícia Civil e foi dada durante coletiva de imprensa.

"No dia que descobrimos o corpo, tiramos fotos e mostramos para a Pamela, e mesmo diante de tantas provas contra ela, ela chegou a dizer: 'Nossa, o que fizeram com a minha vozinha?'", disse o delegado Carlos Delano.

A Polícia classificou Pamela como uma pessoa fria, dissimulada e com traços de psicopatia.

"Desde o dia que ela chegou aqui, ela manteve o mesmo tom de voz. Sempre se mostrando preocupada com vítima, querendo passar a impressão de uma pessoa boa e do bem. Mas nós sabemos que tudo isso é um grande teatro", afirmou a delegada responsável pelo caso, Christiane Grossi.

Ainda de acordo com a polícia, Pamela só confessou o crime após sete horas de interrogatório, porém, sustentou a seguinte versão: disse que estava levando a idosa para passear e que em um determinado momento houve uma discussão entre elas.

Segundo a suspeita, a vítima teria pulado com o carro ainda em movimento e batido a cabeça no meio-fio. Na sequência, ela diz que "ficou desesperada e bateu ainda mais a cabeça da idosa no concreto", em seguida, levou a mulher para debaixo de uma árvore e cobriu o corpo com galhos. A versão contestada pela pela perícia, que localizou uma grande quantidade de sangue no local, e o rosto da idosa completamente desfigurado, demonstrando que houve agressão intensa.

A motorista postou há 6 meses em suas redes sociais um vídeo pedindo respeito a idosos. Ela foi indiciada por homicídio e ocultação de cadáver. Ela possui antecedentes criminais por estelionato e furto.

O advogado de Pamela, Edmar Soares, disse que a família da cliente informou que ela tem problemas psiquiátricos, e que a motorista fez questão de dizer que agiu em legítima defesa.

Entenda o caso
A idosa estava desaparecida deste o último sábado (23), quando saiu de casa no bairro Santo Antônio, em Campo Grande.

Quando houve o desaparecimento, vizinhos informaram à polícia que a idosa não costumava dormir fora de casa e mantinha o imóvel todo arrumado. A motorista transportava a aposentada desde julho do ano passado.

"Ela vivia sozinha e eles estranharam o fato dela não aparecer no sábado e domingo. Então chegaram a pensar que ela poderia estar morta dentro do imóvel", disse a delegada Christiane Grossi.

No domingo (24), a polícia encontrou o corpo da idosa na região do Indubrasil, em Campo Grande . O rosto dela estava completamente desfigurado e havia muito sangue no local do crime, principalmente próximo a um meio-fio.

Pamela foi chamada para prestar depoimento na segunda-feira (26). Durante o interrogatório, apresentou contradições e foi presa. Segundo a polícia, a morte da idosa teria sido motivada pelo fato da vítima ter descoberto que a motorista usou o cartão dela para fazer uma compra no valor de cerca de R$ 1 mil em Shopping da capital.

Com informações do G1MS

violência contra a mulher

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mato Grosso do Sul
Inscrições prorrogadas para a segunda edição do Prêmio Inova
Oportunidade
Estão abertas as inscrições para curso de idiomas na UEMS
Brasília
PP não vai aceitar filiação de Bolsonaro
Dourados
Agesul retira mais de 800 toneladas de lixo das margens da MS-156 em Dourados
Interior
SubsRacial leva Campanha Julho das Pretas a Rochedo, com temas de saúde e educação
Mato Grosso do Sul
Temperaturas voltam a subir e ar seco segue predominando nesta quarta-feira
Mato Grosso do Sul
Governo investe R$ 5,8 milhões na pavimentação da MS-455, criando novo acesso a Capão Seco
Interior
Corpo de Bombeiros monitora incêndios com imagens de satélite e amplia fiscalização em áreas de focos
Campo Grande
Até quando a massa de ar frio polar vai atuar em Mato Grosso do Sul?
Esportes
Hoje é Dia: nota 10 de Comaneci e Dia do Futebol marcam semana