Menu
Busca Sex, 27 de novembro de 2020
(67) 9.9928-2002
campo grande

Na Vila Bandeirantes, veículos sobem na calçada para desviar de buracos

04 fevereiro 2018 - 11h59Por Ribero Júnior
Transtorno. É o resultado das obras de recapeamento realizadas pelo Exército Brasileiro, que em fevereiro completam um ano, e começam a trazer problemas para os moradores da Vila Bandeirantes, em Campo Grande. Com o andamento das obras, o trânsito intenso da Avenida Brilhante sempre é direcionado para as ruas adjacentes, que acabam não suportando o fluxo de veículos, sendo tomadas por buracos. 

Foi o que aconteceu com a Avenida Marechal Floriano, na altura da Rua Dr. Mario Quintanilha. Nela, os veículos sobem na calçada para desviarem dos buracos abertos pelo tráfego pesado. O flagrante foi feito pelo fotógrafo André de Abreu, que cansado do descaso do poder público, denunciou o caso nas redes sociais. 

Abreu, que mora na avenida, diariamente vê a manobra realizada pelos motoristas que passam pelo local. "Não passam dois carros ao mesmo tempo", afirma. "Os carros não conseguem trafegar sem passar em algum dos buracos, os veículos precisam até subir pela calçada como mostra as fotos", relata.
O fotógrafo ainda lembra que os moradores já colocaram o que tinham "como pedras e entulhos" como forma paliativa para diminuir o problema, o que não ajudou muito. 

"Recentemente a Águas Guariroba fez uma manutenção logo a frente da esquina e, só onde trabalharam, o asfalto foi corrigido", comenta.
Além do fluxo de veículo que chegou a ser desviado pelo Exército, André relata caminhões que abastecem um hipermercado que fica ao lado do cruzamento, também tem contribuído para o desgaste da via. 

Em página no Facebook, Abreu cobra providências das autoridades. "Chamo a atenção dos nossos vereadores da Câmara Municipal de Campo Grande - MS e a Prefeitura Municipal de Campo Grande para tomar providências em nossa região", finaliza.
Repostas
Por meio da publicação do fotógrafo, alguns parlamentares se manifestaram. "A solicitação foi registrada e será monitorada até o seu cumprimento! Lembrando que cabe à prefeitura o serviço e à legislatura a fiscalização! Ficarei de olho!", comentou o vereador Pastor Jeremias (Avante). 

Outro a responder a reclamação foi Papy (SD). "Lamentável essa situação! Farei a solicitação ao Executivo e esperamos que tomem as providências. A título de conhecimento fiz em 2017 requerimento solicitando explicações do município sobre as obras realizadas pelo exército na av brilhante e também nos reunimos com os comerciantes da região!", disse. 

A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa da prefeitura de Campo Grande, que informou que desde quarta-feira (31), a equipe de tapa-buraco está na Rua Albert Sabin e nos próximos dias deve atender outras vias da região. 
violência contra a mulher

Deixe seu Comentário

Leia Também

Justiça manda prender ex-vereador envolvido em escândalo sexual em Campo Grande
Pedófilos em cana
PF cumpre mandados de busca contra exploração sexual de crianças
Fronteira
Guerra declarada: tortura e assassinato de quatro homens ligados a Fahd Jamil
Água Clara
GAECO desmonta esquema de fraude a licitações e lavagem de dinheiro
Esporte
Brasileiro: Atlético-MG supera Botafogo e abre vantagem sobre Flamengo
Justiça
STF adia decisão sobre remarcação de concursos por crença religiosa Gilmar Mendes, Marco Aurélio e Luiz Fux votarão amanhã
Esporte
Conmebol altera datas dos confrontos entre Inter e Boca Juniors
Brasilia
Covid-19: avanço no desenvolvimento de vacinas repercute no Senado
MS
Alto percentual de ocupação de leitos requer medidas mais restritivas contra a Covid-19
Argentina
Morre o jogador argentino Diego Armando Maradona