Menu
Busca Qua, 24 de abril de 2019
(67) 9.9928-2002
Fiscalização

Policia Civil promete fechar bares com histórico de violência e confusões

10 abril 2018 - 17h57
Fiscalizações em comércios que vendem bebidas alcoólicas ficarão mais intensas após a lei que obriga todos os estabelecimentos comerciais a terem alvará da Deops (Delegacia Especializada de Ordem Política e Social), em Campo Grande. A Polícia Civil irá barrar documento de funcionamento para locais que têm históricos de violências e confusões e esses poderão ser fechados.

O objetivo da Lei n. 2.909, de 28 de julho de 1992 ? Código de Polícia Administrativa ? é trazer mais transparência quanto aos alvarás de funcionamento e da vigilância sanitária quando se tratar destas empresas que não estão adequadamente aptos para o serviço.

A reportagem do Jornal Midiamax conversou com o vereador e delegado Wellington, autor da proposta, que explicou a importância da lei para a segurança dos estabelecimentos e dos clientes.

?É uma questão de segurança. Porquê se o lugar está aberto, significa que está com todos os requisitos solicitados em acordo. O importante é que se haver perturbação, briga, violência, a primeira coisa que irá verificar é a questão do alvará?, esclareceu Wellington.

O fato é que a Deops irá barrar estabelecimentos em que já foram palcos de casos como mortes violentas e violência, por tanto, locais que passaram por situação semelhante, não receberá alvará da delegacia e poderá ser fechado.

Fiscalização

Donos de bares, restaurantes, cafés, clubes, shoppings, danceterias, conveniências, conveniências de postos de combustíveis, pizzarias, feiras-livres, trailers e outros, deverão contatar a delegacia para providenciar documentação.

O delegado da Deops, Wilton Vilas Boas, esclareceu que, com essa nova lei, todos os estabelecimentos que vão inaugurar ou já funcionam, precisaram do alvará para continuar com o funcionamento. ?Quem já possui não influenciará em nada. Quem não tiver, será alvo de investigações da delegacia?, disse.

Os comércios que não se adequarem passaram por fiscalização ou serão incluídos em operações da polícia ao longo do ano. ?Temos duas equipes de investigações que se divide na cidade. Além disso temos operações em que outras delegacias participam, aí o efetivo aumenta. Fazemos investigações através das redes sociais, mandamos notificações por correios também. E agora com essa lei, qualquer bar ou restaurante novo, obrigatoriamente deverá passar aqui na Deops?, declarou Vilas Boas.
Banner da campanha da dengue

Deixe seu Comentário

Leia Também

ESPORTES
Corinthians “esquece” título e tenta avançar na Copa do Brasil contra a Chape
CULTURA
Roda-gigante do Lollapalooza chega à Campo Grande
INVESTIGAÇÃO
Quadrilha de MS mandava mulas com até 40 kg de coca para Europa
"ACABOU A MAMATA"
Governo Bolsonaro oferece R$ 40 milhões a cada deputado para comprar voto pró-reforma
BRASIL E MUNDO
Imigrante escala prédio para salvar mulher durante incêndio na Espanha
FAMOSOS
Ex de Neymar se surpreende após ser 'shippada' com Hamilton: 'É o que?'
BRASILEIRÃO!
ESPORTES | Confira a tabela do Brasileirão de 2019
RIO DE JANEIRO
Prefeitura do Rio começa a demolir dois prédios vizinhos aos que desabaram na Muzema
SAÚDE
Homem de 36 anos é o 2º caso de gripe tipo H1N1 em Mato Grosso do Sul
ESQUEMA DE 'MULA'
'Mula' do tráfico é preso com habilitação comprada de servidor do Detran