Menu
Busca Sáb, 31 de julho de 2021
(67) 9.9928-2002
CAPITAL

Polícia recebe denúncias sobre jovem 'bem vestido' que chuta portões de madrugada, mas não o identifica

Investigação em MS ressalta que população pode continuar fazendo denúncias do possível paradeiro do suspeito, sob total sigilo.

11 fevereiro 2019 - 11h58

A Polícia Civil recebeu denúncias do possível paradeiro do jovem flagrado chutando portões durante a madrugada, no bairro Vilas Boas, em Campo Grande. O caso ocorreu há 5 dias e assustou muitos moradores da região. No entanto, até o momento, o suspeito e as pessoas que estavam com ele, em um carro, ainda não foram identificadas.

"Nós recebemos algumas denúncias, porém, não procede. Uma nós descartamos no início e a outra chegamos a identificar as pessoas, porém era outro carro e não tinha nada a ver com esta ocorrência. Agora, os policiais continuam fazendo buscas", afirmou ao G1 o delegado Tiago Macedo, responsável pelas investigações.

Na sexta-feira (8), a polícia divulgou um telefone para denúncias, sob total sigilo. Ainda conforme Macedo, a intenção é descobrir se o suspeito estaria cometendo vandalismo, tinha alguma relação com as vítimas ou então pretendia cometer furtos na região. Além disto, Macedo ressalta que as vítimas devem fotografar e registrar os danos, para apresentar provas e registrar a queixa na delegacia. Os números são: (67) 3398 2500 e 3398 2510.

Entenda o caso
Moradores da região sudeste da cidade procuraram a polícia para denunciar o ato de vandalismo que assustou diversas famílias na noite de quarta-feira (6). Imagens de câmeras de segurança, em 3 pontos diferentes, registraram toda a ação. Segundo o morador de uma das casas atacadas, o rapaz que aparece nas imagens "está bem vestido, arrumado, como se estivesse saindo de algum evento".

O vídeo mostra um carro chegando em frente a uma casa. O rapaz abre a porta do passageiro, desce do carro, vai até o portão e o chuta diversas vezes. O jovem corre de volta para o carro e vai embora sem levar nada.

O morador da casa, que prefere não identificar-se, tem um bebê de colo e conta que a criança acordou assustada com o barulho, e alarmado sobre a possibilidade de um assalto. Ao procurar a polícia, a primeira suspeita foi de que seria um ato de vingança, mas o homem relatou não conhecer o rapaz que aparece nas imagens. O prejuízo foi de R$500.

Outra vizinha relatou ter passado pelo mesmo susto. Em horário próximo ao ataque à casa do morador, Cíntia Proença estava dormindo, quando ouviu o barulho e pensou que alguém estivesse arrombando sua casa: "Eu achei que era ladrão tentando entrar, e ficamos quietos em casa, com medo. Nós ficamos super assustados, ninguém dormiu mais depois das 3h", relata.

Indignada, Cíntia afirma que mesmo parecendo uma simples "arruaça", trata-se de um ato de vandalismo gratuito, que causa transtorno e precisa ser coibido: "Tem que procurar um serviço, estudar, procurar uma ocupação. Não tem que estar na rua perturbando as pessoas que precisam dormir para trabalhar no dia seguinte", desabafa. A polícia está reunindo imagens de câmeras de segurança e investiga o caso.

G1MS

CORONA 3

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mato Grosso do Sul
Inscrições prorrogadas para a segunda edição do Prêmio Inova
Oportunidade
Estão abertas as inscrições para curso de idiomas na UEMS
Brasília
PP não vai aceitar filiação de Bolsonaro
Dourados
Agesul retira mais de 800 toneladas de lixo das margens da MS-156 em Dourados
Interior
SubsRacial leva Campanha Julho das Pretas a Rochedo, com temas de saúde e educação
Mato Grosso do Sul
Temperaturas voltam a subir e ar seco segue predominando nesta quarta-feira
Mato Grosso do Sul
Governo investe R$ 5,8 milhões na pavimentação da MS-455, criando novo acesso a Capão Seco
Interior
Corpo de Bombeiros monitora incêndios com imagens de satélite e amplia fiscalização em áreas de focos
Campo Grande
Até quando a massa de ar frio polar vai atuar em Mato Grosso do Sul?
Esportes
Hoje é Dia: nota 10 de Comaneci e Dia do Futebol marcam semana