Menu
Busca Sex, 27 de novembro de 2020
(67) 9.9928-2002
CAPITAL

Presa quadrilha que ateou fogo em carro após furto no Rita Vieira

Por Carol Assis
A quadrilha suspeita de invadir casa no Parque Residencial Rita Vieira na semana passada usando carro furtado na região central foi presa por policiais civis da 1ª delegacia de Polícia Civil. Bruno Vinícius Soares Gonçalves e Robson Fernandes Pereira França, os dois de 19 anos, vão responder por furto. Por envolvimento no crime, também foram apreendidos dois adolescentes de 15 e 16 anos.  

À polícia, Bruno Vinícius disse que vendeu os produtos furtados da residência para Robson. Os objetos foram recuperados e entregues à família. Já os adolescentes confessaram que utilizando isqueiro atearam fogo no carro para destruir provas e não levantar suspeitas. O grupo foi preso na última segunda-feira (dia 23). Os locais onde ocorreram as prisõesnão foram divulgados pela polícia. 

Caso - O veículo Fiat Uno utilizado pelos suspeitos durante o furto na Rua Vilma Andrade Costa foi encontrado por moradores completamente destruído, na última quarta-feira (dia 18), na estrada vicinal paralela ao anel rodoviário, na região do Jardim Itamaracá. Após o furto na residência, os moradores do residencial Rita Vieira e do Jardim Vilas Boas se uniram, trocando informação via WhatsApp, para tentar localizar o automóvel.

racismo

Deixe seu Comentário

Leia Também

Campo Grande
Covid-19 mata subtenente em MS; 2ª morte do mês na instituição
Covid 19 em MS
Taxa de contágio da Covid 19 volta a subir no MS
Campo Grande
Estado deposita R$ 514 milhões em salários nesta sexta-feira (27)
Brasil e Mundo
Dinamarca quer desenterrar "visons zumbis" de valas coletivas
Judiciário
Bretas condena Cabral a 19 anos de prisão e Barata a 28 anos
Esportes
LNF adia primeiro jogo da semifinal entre Tubarão e Magnus
Ponta Porã
Polícia paraguaia prende dois suspeitos de matança de membros da turma de Fahd Jamil
Polícia
PF investiga suspeitos de propaganda de atos para alteração da ordem
Saúde
Fiocruz: aumento de casos e óbitos de covid-19 deve servir de alerta
Argentina
“Adios Diego”: Maradona é enterrado e mundo chora a perda