Menu
Busca Sex, 18 de setembro de 2020
(67) 9.9928-2002
CAPITAL

Presa quadrilha que ateou fogo em carro após furto no Rita Vieira

Por Carol Assis
A quadrilha suspeita de invadir casa no Parque Residencial Rita Vieira na semana passada usando carro furtado na região central foi presa por policiais civis da 1ª delegacia de Polícia Civil. Bruno Vinícius Soares Gonçalves e Robson Fernandes Pereira França, os dois de 19 anos, vão responder por furto. Por envolvimento no crime, também foram apreendidos dois adolescentes de 15 e 16 anos.  

À polícia, Bruno Vinícius disse que vendeu os produtos furtados da residência para Robson. Os objetos foram recuperados e entregues à família. Já os adolescentes confessaram que utilizando isqueiro atearam fogo no carro para destruir provas e não levantar suspeitas. O grupo foi preso na última segunda-feira (dia 23). Os locais onde ocorreram as prisõesnão foram divulgados pela polícia. 

Caso - O veículo Fiat Uno utilizado pelos suspeitos durante o furto na Rua Vilma Andrade Costa foi encontrado por moradores completamente destruído, na última quarta-feira (dia 18), na estrada vicinal paralela ao anel rodoviário, na região do Jardim Itamaracá. Após o furto na residência, os moradores do residencial Rita Vieira e do Jardim Vilas Boas se uniram, trocando informação via WhatsApp, para tentar localizar o automóvel.

RACISMO NÃO!

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
Brasil acumula 4,4 milhões de casos e 135 mil mortes por covid-19
Meio Ambiente
Nuvem de fumaça provocada por queimadas no Pantanal chega ao céu de São Paulo
Brasil
Fumaça do Pantanal faz avião de Bolsonaro arremeter em MT
Três Lagoas
Fogo destrói vegetação, floresta de eucalipto e interdita rodovia em MS
Brasil
Tite convoca a Seleção Brasileira para a estreia nas Eliminatórias
Geral
Do outro lado do balcão De ex-juiz Federal a ex-ministro da Justiça, agora Sergio Moro é o mais "jovem" advogado do Brasil.
Saúde
Uma de 7 infecções de Covid-19 relatadas ocorre em profissionais de saúde, diz OMS
Brasíl
Marco Aurélio suspende inquérito que apura suposta interferência na PF
Brasíl
829 mortos por Covid 19 e 36.330 novos casos de contaminados
STF
COVID NOS PRESÍDIOS Fux renova Recomendação 62 por 6 meses e restringe alcance