Menu
Busca Sex, 18 de setembro de 2020
(67) 9.9928-2002
Infração

Procon flagra novamente irregularidades em supermercado da Capital

26 abril 2018 - 14h24Por Redação Notícias VIP
A Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor (Procon-MS), flagraram, novamente, produtos vencidos expostos à venda em uma rede de supermercado da Capital.

Quando temos esses supermercados em caráter repetitivo, as multas são majoradas por repetição da infração administrativa. O aumento varia entre 5% e 10% cada vez que o mercado repete a infração. No caso dessa rede a inicial era de 200 Uferms e já está na casa das 400 Uferms, o valor de cada multa, explica o superintendente do Procon Estadual, Marcelo Salomão.

Na oportunidade os fiscais descartaram, entre outros, 18 embalagens de requeijão cremoso, 73 embalagens de biscoito integral, e ainda itens como batata ondulada, latas de cerveja e refrigerante, o que resultou em 145 produtos vencidos. Irregularidades como propaganda enganosa e o não cumprimento de ofertas também foram constatadas.

Marcelo Salomão reforça também que ao adquirir um produto fora de validade o consumidor está colocando em risco a saúde das pessoas que estão a sua volta, e orienta para que ao encontrar um item vencido seja realizada a denúncia, evitando assim que outros consumidores comprem produtos impróprios para o consumo.

O Procon Estadual disponibiliza o número 151 e o Fale Conosco do site  aos consumidores para informações e denúncias.
news

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Do outro lado do balcão De ex-juiz Federal a ex-ministro da Justiça, agora Sergio Moro é o mais "jovem" advogado do Brasil.
Saúde
Uma de 7 infecções de Covid-19 relatadas ocorre em profissionais de saúde, diz OMS
Brasíl
Marco Aurélio suspende inquérito que apura suposta interferência na PF
Brasíl
829 mortos por Covid 19 e 36.330 novos casos de contaminados
STF
COVID NOS PRESÍDIOS Fux renova Recomendação 62 por 6 meses e restringe alcance
Brasil
Os seis fatores que tornam incêndios no Pantanal difíceis de serem controlados
Religião e Judiciário na Política
Empresário preso afirma ter feito pagamentos a Witzel quando governador afastado ainda era juiz federal
Brasil
Flordelis, pastora e deputada federal pelo PSD soltou até bomba, diz testemunha.
Pastor Anderson vítima da "família do mal"
Brasil
Governo vai manter o Bolsa Família, diz Bolsonaro
Saúde
MS ultrapassa 60 mil casos confirmados e tem 1.106 mortes pelo novo coronavírus