Menu
Busca Sex, 23 de julho de 2021
(67) 9.9928-2002
CIDADES

Procon-MS notifica 16 postos no interior por preços abusivos

25 fevereiro 2019 - 14h00

O Procon-MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor) notificou 16 postos de combustível, no interior do Estado, de 8 a 20 de fevereiro, por estarem com preços abusivos ao consumidor. Esta denúncias chegarão até o órgão, que com aval do MPE (Ministério Público Estadual), tomou as devidas providências.

Os postos notificados são dos municípios de Ribas do Rio Pardo, Costa Rica, Terenos e Nova Alvorada do Sul. As empresas terão que apresentar planilhas contendo informações sobre compra e venda dos produtos ao Procon. Após análise, o órgão vai decidir se aplica punições aos estabelecimentos.

Os postos terão que informar o valor da compra de óleo diesel (distribuidora), o preço da bomba ao consumidor, assim como o percentual de diferença, que define o lucro da empresa. Também irão apresentar o preço da gasolina e etanol (por litro) que está sendo comercializado.

Para cada informação disponível, o Procon vai exigir a nota fiscal, assim como livro de movimentação da empresa. Foram notificados cinco postos em Ribas do Rio Pardo, quatro em Costa Rica, quatro em Terenos e mais três em Nova Alvorada. As empresas terão prazo de 10 dias para apresentar as justificativas.

Fiscalização – Desde a mudança na lei estadual, que reduziu de 17% para 12% a alíquota do ICMS  do óleo diesel, o Procon tem intensificado as fiscalizações nos postos de combustível do Estado, já que o acordo feito com o setor, era que esta diminuição de imposto, iria refletir na bomba ao consumidor.

Outra avaliação é se a redução do preço da gasolina nas refinarias está chegando ao consumidor final. A empresa precisa informar se houve razões técnicas ou operacionais, para que não haja diminuição do valor.

O superintendente do Procon-MS, Marcelo Salomão, ressalta que o consumidor que se sentir lesado devido aos preços cobrados de empresas de pequeno ou grande porte, pode fazer a reclamação ou denúncia à instituição, para que sejam tomadas as devidas providências.

Com informações do Campo Grande News

vacina sim

Deixe seu Comentário

Leia Também

Dourados
Agesul retira mais de 800 toneladas de lixo das margens da MS-156 em Dourados
Interior
SubsRacial leva Campanha Julho das Pretas a Rochedo, com temas de saúde e educação
Mato Grosso do Sul
Temperaturas voltam a subir e ar seco segue predominando nesta quarta-feira
Mato Grosso do Sul
Governo investe R$ 5,8 milhões na pavimentação da MS-455, criando novo acesso a Capão Seco
Interior
Corpo de Bombeiros monitora incêndios com imagens de satélite e amplia fiscalização em áreas de focos
Campo Grande
Até quando a massa de ar frio polar vai atuar em Mato Grosso do Sul?
Esportes
Hoje é Dia: nota 10 de Comaneci e Dia do Futebol marcam semana
Saúde
Covid-19: Brasil soma 541,2 mil mortes e vai a 19,3 milhões de casos
Violência
Em vídeo exclusivo, DJ Ivis pede perdão a Pamella e a todas mulheres
Tempo
Ela vem: frente fria vai derrubar temperaturas para menos de 3ºC e causar geada em MS, diz previsão