Menu
Busca Qui, 20 de junho de 2019
(67) 9.9928-2002
CAPITAL

Radares começam a multar em mais cinco pontos da Capital

Desde o dia 7 de maio, os aparelhos funcionavam em caráter educativo

23 maio 2019 - 09h00

Radares começaram a multar por alta velocidade em cinco pontos de Campo Grande, nesta quarta-feira. De acordo com a Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran), são três aparelhos no cruzamento da Avenida Afonso Pena com a Avenida Arquiteto Rubens Gil de Camilo, próximo ao shopping, e dois na Avenida Dr. Olavo Vilela de Andrade com a Rua Ramalho Ortigão, na Vila Albuquerque.

Desde o dia 7 de maio, os radares funcionam nestes pontos em caráter educativo. Com isso, 32 pontos de vias da Capital passam a ser monitorados de forma eletrônica e fixa. A velocidade máxima permitida nesses pontos é de 50 km/h. A previsão é que até o dia 31 de maio, outros quatro radares passem a fiscalizar com a finalidade de coibir as altas velocidades.

A fiscalização eletrônica por radares fixos foi retomada na Capital no final do ano passado, depois dos equipamentos ficaram quase dois anos sem funcionar. Entre final de 2016 e o final do ano passado, esta modalidade de aplicação de multas ficou suspensa. O motivo foi o encerramento de contrato com a empresa Perkons, responsável pelo gerenciamento das máquinas. Na época, 97 radares foram desligados em toda Capital.

 

ÓBITOS

Os óbitos no trânsito reduziram com reativação dos radares desde o final do ano passado. Conforme Agetran, entre janeiro e abril deste ano, foram 23 mortes contra 25 no mesmo período de 2017. No primeiro ano de radares desligados, as mortes subiram de 70 para 87. Com informações, Correio do Estado.

 

Liberdade de expressão

Deixe seu Comentário

Leia Também

Fronteira sangrenta
A população está órfã de Segurança Pública no ME
Preocupação com segurança de dados é a maior em 10 anos
São e salvo
Piloto sequestrado durante roubo de avião é localizado em cidade de MT
COPA AMÉRICA
Messi faz de pênalti, mas Argentina só empata com o Paraguai e é lanterna
POLÍTICA
Moro: "Não tenho apego ao cargo, se houver irregularidades, eu saio"
POLÍTICA
A traição e a volta por cima de Alcides Bernal
POLÍTICA
Após tensão com a Câmara, Guedes 'perde' a Previdência para Maia
FAMOSOS
Morre Rubens Ewald Filho aos 74 anos
INTERIOR
Piloto sequestrado com avião em MS já foi preso pela PF por tráfico de drogas
SKOL testa carrinho de compras que auxilia pessoas cegas nos supermercados