Menu
Busca Qua, 16 de outubro de 2019
(67) 9.9928-2002
CAPITAL

Três crianças testemunharam execução de adolescente na Capital

Por pouco elas não foram atingidas, disse delegado

11 julho 2019 - 18h00

Três crianças pequenas estavam brincando em volta de Gabriel Henrique da Silva, de 17 anos, quando ele foi executado com três tiros na tarde de segunda-feira, no quintal da residência bairro Centro-Oeste, em Campo Grande. 

De acordo com o delegado Gustavo Bueno, da 5ª Delegacia de Polícia, os pequenos testemunharam o crime e escaparam por pouco, já que estavam muito próximos. “Foi por Deus que não foram atingidos', disse.

Edson de Souza Rocha, de 20 anos, foi preso e Aleff Rickellmy Pereira Fernandes da Silva é dado como foragido. Eles agiram por vingança, depois de serem cobrados pela vítima por conta de uma moto avaliada em R$ 500.

Gabriel havia vendido o veículo por R$ 1.100 para a dupla que pagou uma parcela de R$ 600. No entanto, eles não gostaram da cobrança, alegando que a moto era furtada e que, por este motivo, o adolescente não teria razão alguma em exigir o pagamento da segunda parcela.

 

Com informações, MS NEWS.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Covardia
Policial flagra perseguição e 2 são presos após roubarem mulher que caminhava com namorado na Orla
"Morto estava vivo"
Morto grita para sair de caixão e leva familiares às gargalhadas
Policia
Polícia do Rio prende suspeito de usar gás para lavar dinheiro
18 toneladas
Polícia incinera em MS 18,3 toneladas de drogas apreendidas na região de fronteira em dois meses
Policia
Jovem cai em golpe pelo WhatsApp e deposita dinheiro para estelionatário em MS
Justiça
Acusado de matar ex-sogra em MS é considerado inimputável e irá para internação
Política
"Eu quero provar que Moro é o bandido, não eu", diz Lula à RTP
Famosos
16 de outubro : aniversário de 90 anos de Fernanda MontenegroConfira alguns momentos marcantes deste dia!
Frota sugere Pabllo Vittar para ministério: ‘No lugar da Damares, faria melhor’
Fortaleza
Governo do Ceará não confirma morte em prédio que desabou