Menu
Busca Sáb, 23 de janeiro de 2021
(67) 9.9928-2002
Interior

Até São João vai ficar quieto em Corumbá por causa do Coronavirus.

20 abril 2020 - 16h26Por Plantão das notícias

Com cerca de 98% de queda nos negócios desde o início da chegada do coronavírus ao Estado, o setor de turismo de Corumbá sofre com os reflexos da crise por conta da doença. Um desses efeitos será a suspensão do famoso Banho de São João, tradição única que vem sendo mantida por gerações. Os festejos reúnem milhares de turistas e têm como ponto alto o desfile de andores pela Ladeira Cunha e Cruz para levar a imagem de São João para ser banhada nas águas do rio Paraguai. O cancelamento da festa visa seguir as recomendações do Ministério da Saúde e evitar aglomerações que facilitem a disseminação da covid-19.


No município todos os atrativos turísticos estão fechados, além da rodoviária, aeroporto e a proibição de ônibus e vans na entrada da cidade.

De acordo com a presidente da Fundação de Turismo de Corumbá, Elisângela Sienna Oliva, desde o dia 20 de março, por iniciativa dos próprios empresários, o setor suspendeu as atividades. “Agora na semana passada saiu o decreto da Prefeitura assegurando as medidas de prevenção para conter o a doença”, afirmou. A presidente da Fundação alega que apesar de queda no movimento muitos turistas estão fazendo remarcações das viagens e reservas. “O movimento caiu 98% desde o início da pandemia,mas muitos turistas continuam remarcando graças a Deus. A paralisação afetou desde hotéis até os barcos, todo o setor”, ressaltou Elisângela.


Mesmo assim ela diz que não foram feitas demissões. “Não temos previsão de retorno das atividades, vamos seguir com o decreto, mas felizmente o demissões por enquanto ainda não estão ocorrendo”, acrescentou.

Sem festas – As medidas, segundo a presidente da Fundação visa dar segurança e a saúde a população da cidade e também aos turistas.

A suspensão da festa de São João foi reforçada pelo diretor-presidente da Fundação da Cultura e do Patrimônio Histórico de Corumbá. “Suspendemos a programação não vamos ter não banho de São João em junho, diante da disseminação da doença. Estamos vendo outras datas, a situação do que vai ocorrer daqui para frente”, enfatizou. 

 

Crédito : Campo Grande news

pedofilia

Deixe seu Comentário

Leia Também

Nioaque
Prefeito de Nioaque é o primeiro a ser investigado por tomar vacina destinada a indígenas
Judiciário
Em posse do TJMS, Reinaldo Azambuja destaca importância do Poder Judiciário no combate à pandemia
Vacina
Amazonas receberá cota extra de vacinas para frear pandemia
Brasíl
Número de casos de covid-19 chega a 8,75 milhões no Brasil Doença já fez mais de 215 mil vítimas
Vacinas
Vacinas da AstraZeneca chegam ao Brasil Voo trazendo imunizante desceu em São Paulo
Covid 19
Minas Gerais bate recorde de casos de covid-19 em um dia
STF
Lewandowski nega decisão liminar para afastar Pazuello da Saúde
Brasilia
China acelerará envio da matéria-prima de vacina de covid-19, diz Maia
Campo Grande
A raiva bovina já matou 100 animais no estado.
Fronteira
Homem morre com três tiros nas costas