Menu
Busca Qui, 17 de junho de 2021
(67) 9.9928-2002
LOS SILENCIOS

Filme brasileiro é comparado a tailandês premiado em Cannes

11 maio 2018 - 20h05Por Redação Notícias VIP
O filme "Los Silencios", coprodução internacional dirigida pela brasileira Beatriz Seigner, guarda o mesmo clima místico do premiado cineasta tailandês Apichatpong Weerasethakul. Em ambos os casos, vivos e mortos perambulam pela selva e invadem a cena sem que sejamos mais capazes de dizer quem é quem.

A comparação com o diretor asiático, que ganhou a Palma de Ouro em 2010 por "Tio Boonmee", foi rapidamente notada pela imprensa estrangeira. Foi o caso da revista especializada "Screen", que guardou elogios à obra de Seigner.

"Los Silencios" foi exibido na Quinzena dos Realizadores, mostra paralela à seleção oficial do Festival de Cannes, nesta sexta (11). A sessão contou com uma plateia formada em grande parte por latino-americanos -o filme também é uma parceria com os colombianos.

A trama, que Seigner afirma ter sido inspirada na história contada por uma amiga, é ambientada na fronteira borrada entre Brasil, Peru e Colômbia e tem como pano de fundo o confronto entre as Farc e os paramilitares nesse último país.

Quando a obra começa, Amparo (Marleyda Soto) e seus dois filhos pequenos estão fugindo do conflito armado, que tirou a vida do marido. Encontram abrigo na palafita de uma tia e esperam conseguir migrar para o Brasil com status de refugiados.

Mas para isso, é necessário que a mulher comprove a morte violenta do marido, cujo corpo não foi encontrado.

É aí que o filme rompe com o tom naturalista e abraça a espiritualidade que o faz ser comparado à produção de Apichatpong. A filha mais velha de Amparo tem visões de um sujeito que visita a casa depauperada onde estão morando. Estaria ele vivo, escondido, ou trata-se de um fantasma?

Seigner usa como base atores achados na comunidade local, o que acaba dando um revestimento documental a seu filme. Quando eles falam sobre o conflito na Colômbia já não se sabe se são personagens ou se falam da própria experiência.

A revista Hollywood Reporter também saudou o desfecho do filme, um "chute no estômago emotivo que chega com toda a força." 


Com informações da Folhapress.
violência contra a mulher

Deixe seu Comentário

Leia Também

Semana começa com restrições em 43 cidades do MS; confira o que pode e não pode
Mato Grosso do Sul
Última semana de outono será de tempo firme e temperaturas agradáveis em MS
UEFA Euro 2020
Veja a repercussão dos jornais internacionais do mal súbito de Eriksen em Dinamarca x Finlândia
Campo Grande
Com 43 municípios em risco extremo, começa a valer nova classificação do Prosseguir
Tempo e temperatura
Domingo de tempo firme e temperaturas agradáveis em Mato Grosso do Sul
Geral
5 flores para plantar em junho e deixar seu jardim mais colorido
Mato Grosso do Sul
Secretaria de Estado de Saúde transfere mais quatro pacientes para São Bernardo do Campo nesta sexta-feira
Geral
Ford: R$ 10 milhões pelo ralo diariamente
Octógono
Douglas Lima é dominado por ucraniano e perde cinturão do Bellator
Tempo e temperatura
Tempo contribui para clima agradável com sol e friozinho no dia dos namorados