Menu
Busca Seg, 10 de agosto de 2020
(67) 9.9928-2002
Espetáculo

Grupos de teatro de Campo Grande se apresentam nos fins de semana de Abril

14 abril 2018 - 09h31Por Redação Notícias VIP
Durante os fins de semana de abril, diversos grupos de teatro de Campo Grande estarão encenando peças pela cidade. Desde o fechamento temporário de vários espaços físicos para os grupos se apresentarem, as companhias teatrais buscaram o conceito do ?teatro de bolso?, como foi mostrado pelo MidiaMAIS em matéria postada aqui. O cenário teatral campo grandense nos traz peças emocionantes, e também mescladas entre o humor e o drama.

Confira as peças que serão apresentadas nos próximos fins de semana:

"Uma Moça da Cidade"

"Uma Moça da Cidade" é uma comédia teatral popular, que conta a saga de "Ambrosina" (anti-heroína), uma jovem do interior que se aventura nas facetas da cidade grande em busca de seus sonhos, loucuras e amores. A encenação deu-se entre o teatro popular, artesanal, mambembe e farsesco, com diálogo direto com a arte visual, a arte drag e a palhaçaria.

Proposta como parte fundamental da encenação, as técnicas de iluminação, som, efeitos visuais e sonoros, cenários, figurinos e adereços são realizada em cena aberta e pelos próprios atores que hora se revezam e hora se agrupam na feitura das cenas dando vida a personagem central e as personagens coadjuvantes, realizando assim o conjunto de atividades técnicas necessárias para o perfeito andamento das cenas e construção das nuances que compõe os quadros da narrativa dramática.

A peça acontece durante todos os fins de semana de Abril às 20h na sede do grupo Circo do Mato localizada na Rua Tonico de Carvalho, 263. A entrada é gratuita.

"Ópera do Malandro"
O grupo de teatro Fulano Di Tal, celebra seus 15 anos no palco; apresentando ao público campo-grandense sua versão do espetáculo "Ópera do Malandro", peça brasileira escrita por Chico Buarque. As apresentações são gratuitas e acontecem em todos os fins de semana de abril. Nesta semana as apresentações ocorrem sábado (14) e domingo (15), às 19h30, no espaço TgR - Teatral Grupo de Risco.

Apesar de ter sido escrita por Chico Buarque de Holanda em 1978, ?Ópera do Malandro? traz um enredo atual, coloca em debate temas que ainda fazem parte de um Brasil conhecido pela maioria dos brasileiros. Fulano Di Tal leva ao palco uma versão contemporânea da peça.

"Chico escreveu esta obra em 70, mas para fugir da ditadura, na época ele descreveu que a peça se passava nos anos 40. O trabalho retrata um Brasil da década de 1940 que ainda hoje se faz muito presente", conta Marcelo Leite, um dos diretores do grupo.

Todas as músicas que compõem a peça são de autoria de Chico Buarque que, por sua genialidade, consegue harmonizá-las perfeitamente com o texto. Na versão do Fulano Di Tal, não há nenhum instrumento ao fundo ou sequer uma trilha sonora base, as canções são cantadas Acappella pelos atores.

O espetáculo "Ópera do Malandro", do Fulano Di Tal, será apresentado em todos os fins de semana de abril. Nesta semana as apresentações ocorrem sábado (14) e domingo (15), às 19h30, no espaço TgR - Teatral Grupo de Risco, localizado na Rua José Antônio, 2170. A entrada é gratuita. Os ingressos são limitados e serão distribuídos sempre 1 hora antes de cada sessão.

"Revolução"
Nos dias 16, 18 e 20 de abril o Teatral Grupo de Risco apresenta o espetáculo ?REVOLUÇÃO? em comemoração aos 30 anos do grupo. A peça estreou em agosto de 2017, é uma adaptação do texto original ?A Revolução na América do Sul? de Augusto Boal.

Em ano de eleição, a peça retrata a saga de um operário que busca melhoria de salário e ao conseguir é despedido de seu emprego. Zequinha Tapioca, também operário, tenta organizar uma revolução e se torna um dos candidatos a presidência da república. No país, é ano eleitoral. Conchavos políticos e midiáticos são travados enquanto José da Silva e sua mulher tentam sobreviver e alimentar 11 crianças. Disputa de poder. Miséria. Ganância. O retrato desastroso de uma pátria combalida e conspurcada.

No dia 16, a peça acontece no Sarau de Segunda na Praça dos Imigrantes na Rua Rui Barbosa, 65 às 19h. No dia 18, no Teatro de Arena da UEMS na Rua Ernesto de Fiori, 101 às 13h30. No dia 20, a peça acontecerá na Escola Padre José Scampini na Rua do Pôrto, 220 à 8h.
news

Deixe seu Comentário

Leia Também

JUDICIÁRIO
Tem processo que voa, já outros dormitam
Campo Grande
Utilidade pública: Conjunto Novos Estados tem moradores reclamando da incompetência do Trad
Esporte
Com drama, Palmeiras vence o Corinthians nos pênaltis e é campeão paulista
Mundo
Príncipe Harry diz que mídia social está alimentando “crise de ódio”
Esporte
Messi ajuda o Barça a afundar o Napoli para chegar às quartas de final
Brasíl e Mundo
Manifestantes no Líbano invadem ministérios, conforme protestos pela explosão em Beirute crescem Por Michael Georgy
Geral
Morre no Rio atriz Chica Xavier, aos 88 anos Atriz morreu em decorrência de um câncer de pulmão
Brasíl
Juizite e injustiças por todos os quadrantes.
Brasil
CCR têm menor queda do tráfego de estradas, aeroportos e mobilidade urbana desde início da pandemia
Brasil
Bispo emérito Pedro Casaldáliga morre aos 92 anos Reuters Staff