Menu
Busca Sex, 30 de outubro de 2020
(67) 9.9928-2002
MERCADO FINANCEIRO

Alta do dólar deve continuar, mas pode haver correção dos preços

13 maio 2018 - 17h51Por Redação Notícias VIP
A disparada do dólar no mercado financeiro mundial ainda não chegou ao fim, mas uma correção nos preços pode estar a caminho, avalia o banco de investimento Brown Brothers Harriman & Co. (BBH). "Não estamos convencidos de que o terceiro grande rali do dólar desde Bretton Woods acabou. O principal gatilho para a alta, a divergência de políticas econômicas, permanece intacto", avalia relatório do banco, que tem sede em Nova York, no domingo (13).

Nos três últimos meses, o dólar só não subiu em uma semana, destaca o BBH. Entre as principais moedas do mundo apenas a libra, o iene e a coroa da Noruega se valorizam ante o dólar em 2018. A valorização mais pronunciada da moeda dos Estados Unidos tem se dado ante as divisas de mercados emergentes, sobretudo da Argentina, mas também do Brasil e Turquia. "Permanecemos com visão negativa para as moedas de emergentes", ressalta o relatório, destacando que as perdas devem continuar.

Apesar do rali do dólar não dar sinais de que vai parar, o BBH ressalta que sinais de uma "correção" nas taxas entre a moeda dos EUA e outras divisas pode estar a caminho. O euro, por exemplo, alcançou nos últimos dias a menor cotação ante o dólar desde o final de 2017, mas recuperou parte do terreno após dados da inflação dos EUA ficarem abaixo do esperado.

A valorização da moeda dos Estados Unidos começou em meio à mudança de expectativa dos agentes de que o Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) pode ter que subir os juros mais vezes que o inicialmente previsto. O BBH destaca que o mercado espera quatro elevações das taxas este ano pelo Fed. Inicialmente, a expectativa era de duas a três altas. 

Com informações do Estadão Conteúdo.
RACISMO NÃO!

Deixe seu Comentário

Leia Também

Internacional
Milhares de muçulmanos protestam contra comentários de Macron
Brasil
Banco Mundial aprova empréstimo de US$ 1 bi para ampliar Bolsa Família
Brasil e Mundo
Reino Unido louva abordagem "escalonada" contra a covid
Geral
Falta de manutenção contribuiu para acidente aéreo que matou Boechat
Brasil
Desemprego chega a 14,4% no trimestre encerrado em agosto
Campanha de multivacinação
Marquinhos Trad não consegue atingir meta de vacinação em Campo Grande.
Política
Governador, partidos e bancada do Maranhão protestam contra piada homofóbica de Bolsonaro
Geral
Polícia prende quadrilha que levava e vendia veículos de locadoras na Bolívia
Polícia
Idoso morre atropelado na MS-141
MS
Polícia Militar Rodoviária lança Operação Finados 2020