Menu
Busca Qui, 22 de outubro de 2020
(67) 9.9928-2002
Alta

Banco Central anuncia nova intervenção no mercado após alta do dólar

18 maio 2018 - 23h20Por Redação Notícias VIP
Após o dólar fechar em alta pelo sexto pregão consecutivo na sexta-feira (18), o Banco Central anunciou que fará uma oferta adicional de swap cambial, que equivale à venda de dólares no mercado futuro, a partir da semana que vem. Ao todo, serão leiloados 15 mil contratos na próxima segunda-feira (21), entre 9h30 e 9h40, informou a autoridade monetária, em nota.

A data de início dos contratos será no primeiro dia útil após a realização do leilão, informou o BC, que ainda ressaltou que "os montantes das ofertas adicionais de swap poderão ser revistos" e que o órgão "se reserva o direito de realizar atuações discricionárias, caso seja necessário". 

Além do leilão adicional de swap, o Banco Central dará continuidade à rolagem integral dos contratos que vencem em 1º de junho. A medida já vinha sendo adotada ao longo dessa semana, em que o dólar acumulou alta de 3,85% frente ao real. 

A nota do BC ressalta que sua atuação no mercado cambial é separada de da política monetária, numa clara referência à decisão dessa semana do Conselho de Política Monetária de manter a taxa básica de juros da economia (Selic) em 6,5%. A medida foi interpretada como uma tentativa de evitar efeitos da inflação em decorrência da valorização do dólar, que pode encarecer produtos e serviços importados em moeda estrangeira. 

"O Banco Central reitera que eventuais impactos de choques externos sobre a política monetária são delimitados por seus efeitos secundários sobre a inflação (ou seja, pela propagação a preços da economia não diretamente afetados pelo choque)". De acordo com o BC, os efeitos da alta do dólar "tendem a ser mitigados pelo grau de ociosidade da economia e pelas expectativas e projeções de inflação ancoradas nas metas. Não há, portanto, relação mecânica entre o cenário externo e a política monetária", conclui a nota
news

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil e Mundo
Recusa de Bolsonaro à vacina chinesa repercute no mundo
Política
Kassio Nunes afirma em sabatina que podem ser feitas correções na Lava Jato
Brasil
Operação Índia cumpre mandados no DF e em cinco estados
Saúde
Morre brasileiro voluntário para vacina de Oxford
Pastor hipócrita
Pastor é preso por abuso dentro de ônibus e diz que 'caiu em tentação'
Brasil
Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, está com covid-19
Operação Arla 32
PRF participa de operação de combate a adulteração de combustíveis e Arla 32
Saúde
Não há intenção de compra de vacina chinesa, diz secretário
Política
Bolsonaro diz que governo federal não comprará vacina CoronaVac
Brasilia
Nunes fala de independência de Poderes e ativismo judicial, no Senado