Menu
Busca Ter, 10 de dezembro de 2019
(67) 9.9928-2002
CONCORRÊNCIA

Banco Central reduz custo do cartão de débito

26 março 2018 - 09h14Por Redação Notícias VIP
O Banco Central lançou um pacote de ações para tentar reduzir o custo das transações do cartão de débito e também aumentar a eficiência dos meios de pagamento no varejo. A principal medida limita a tarifa de intercâmbio que é paga pelo credenciador do estabelecimento comercial ao emissor do cartão de débito.

De acordo com a Circular 3.887, essa tarifa de intercâmbio para operações no débito será limitada em dois parâmetros: a média deverá ser de até 0,50% do valor da compra e a máxima em até 0,80%. A definição desses parâmetros, diz o BC, tem como objetivo "reduzir o custo do cartão de débito para o comércio".

Em nota, o BC argumenta que nos últimos oito anos essa tarifa aumentou de 0,79% da transação para 0,82% da transação, enquanto a taxa de desconto caiu de 1,60% da transação para 1,45%. "Para garantir que haja reduções adicionais nessas tarifas, o BC decidiu limitar o nível da tarifa de intercâmbio", diz o BC em nota. Esse custo, completa a nota, é "determinante para o preço cobrado do estabelecimento comercial (taxa de desconto)".

A medida vale a partir de 1º de outubro de 2018 e o BC cita em nota à imprensa que a "regulação dessa tarifa específica é praticada internacionalmente". "Com a medida, a expectativa é que essa redução seja repassada pelo credenciador ao estabelecimento comercial e deste para o consumidor, por meio da concorrência e, também, da possibilidade de diferenciação de preços", cita a nota do BC.

A instituição acredita que, com custos menores, os cartões de débito devem ficar mais competitivos no mercado de meios de pagamento em relação a outras opções, como dinheiro, transferências eletrônicas e cartão de crédito. Se mais consumidores usarem o débito, diz o BC, há "potencial de reduzir subsídios cruzados" - uma das razões do elevado custo do juro do cartão de crédito. Com informações do Estadão Conteúdo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Brasil quer Lula livre
Estatística
Bolsonaro encerra primeiro ano com índice menor que Dilma
Judiciário
Governo de SP terá que indenizar mãe de vítima, por desaparecimento de roupas da vítima.
Política
Deputado Federal é repreendido no Aeroporto
Brasil
A greve dos caminhoneiros está marcada, para dia 16
Campo Grande
Serviços públicos precários, indignação da população
Polícia
Quadrilha de bandidos foi desarticulada pela polícia
Brasil
Brasileiro em situação de rua.
Interior
Ladrão invade casa, leva moto e mata idoso
Campo Grande
Trad é o prefeito dos dólares da 14 de julho, que ignora o restante município.