Menu
Busca Qua, 18 de setembro de 2019
(67) 9.9928-2002
REPATRIAÇÃO

Brasil bloqueia US$ 1 bilhão em contas no exterior ligadas à Lava Jato

11 abril 2018 - 08h54Por Redação Notícias VIP
O Ministério da Justiça pediu o bloqueio de contas em bancos estrangeiros, principalmente na Suíça e nos Estados Unidos, totalizando US$ 1 bilhão - cerca de R$ 3,4 bilhões. A maior parte deste montante está relacionada a crimes, como lavagem de dinheiro e corrupção, investigados pela Operação Lava Jato.

O inquérito apurou um modus operandi na movimentação das contas, que geralmente migram de países da Ásia para a Suíça e Estados Unidos, principalmente. Após o bloqueio, a Justiça brasileira pode pedir a "repatriação de recursos", ou seja, a devolução dos valores ao país.

A repatriação depende apenas de que os crimes correspondentes a cada conta sejam julgados no Brasil. O processo, como ressalta o UOL, nem sempre é rápido - mas os réus ficam completamente impedidos de quaisquer movimentações nestas contas.

Entre 2015 e 2017, o governo trouxe de volta ao país US$ 135 milhões - desviados em esquemas de corrupção investigados na Lava Jato. Ainda há sob bloqueio da Justiça do Brasil, US$ 1.03 bilhão - espalhadas em contas congeladas em 14 países, desde 2000.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Saúde pública em alerta no MS
Campo Grande lidera com muitas mortes confirmadas, mas não há providências do prefeito Trad que nada faz por incompetência
Olha o tamanho do bicho
Essa cobra estava prejudicando fazendeiro. Então, resolveu pegar a bichona.
Justiça
Decisão do TSE põe em risco mandatos de nove deputados de Rondônia
Capital
" Então o governador deveria entregar para cada aluno duas calças Jeans, do jeito que ele quer" comentou a aluna K.S.V.
Tecnologia
Cientistas conseguem gerar energia usando o frio da noite
Famosos
Visita do papai! Viúva de Mr. Catra revela contato espiritual com o marido
Final trágico
Enfermeira grávida de 6 meses morre a caminho do casamento em SP; bebê passa bem
Saúde mental: Psicopata
De assaltante frustrado a autor de furto, Rafael agora é apontado como assassino frio e cruel
Partido Progressistas
Progressistas tem mudanças bruscas no MS
Política
Eduardo Bolsonaro diz que vai processar Facebook e Instagram