Menu
Busca Qua, 23 de setembro de 2020
(67) 9.9928-2002
Balanço

Cadastros em programas de fidelidade crescem 25,2%

Por Carol Assis
Os programas de fidelidade fecharam o ano passado com 112,2 milhões de cadastros, um crescimento de 25,2% em relação ao número de inscritos em 2016. Os dados são da Associação Brasileira das Empresas do Mercado de Fidelização (Abemf), que compila os resultados de suas associadas (Dotz, Grupo LTM, Mastercard, Multiplus, Netpoints, Smiles, TudoAzul e Visa).

No último trimestre de 2017, foram emitidos 72,2 bilhões de pontos e milhas, volume 34,3% superior se comparado ao de igual intervalo de 2016. Com isso, no ano passado, a emissão chegou a 251,6 bilhões de pontos e milhas, 27,7% maior que o observado um ano antes.

Já os resgates somaram 55,2 bilhões no quarto trimestre de 2017, alta de 28,6% na comparação anual. As passagens aéreas seguiram como as mais procuradas (72,7%) no período, mas a Abemf destaca que a categoria "produtos e serviços" atingiu o maior share em dois anos (27,3%).

No cenário nacional, São Paulo se manteve como o destino de viagem mais procurado para o resgate de passagens aéreas, seguida de Rio de Janeiro e Brasília. Em viagens internacionais, Miami-Orlando está no topo de ranking, seguida de Santiago e Buenos Aires.

A taxa de breakage (pontos expirados e não resgatados ante os pontos emitidos há dois anos) se manteve estável na casa dos 19%, em linha com mercados mais desenvolvidos, afirma a Abemf.

O faturamento total das empresas associadas à entidade atingiu R$ 1,7 bilhão no quarto trimestre de 2017, cifra 12,5% superior à dos três meses anteriores e 9,3% maior que o visto no último trimestre de 2016. Com informações do Estadão Conteúdo. 
news

Deixe seu Comentário

Leia Também

Rio de Janeiro
Vai vendo ...
Mundo
Torre Eiffel é esvaziada em Paris Informação é da equipe de imprensa da torre
Brasil
Elias Maluco é encontrado morto dentro de cela
Campo Grande
Mulher é encontrada morta com ferimentos graves dentro do banheiro no fundo de um salão de cabeleireiros
Fronteira
Foram presos contrabandistas, entre eles um dos policiais da Operação Omertà.
Brasil
Quase uma tonelada de maconha nos fundos de igreja
Saúde
Campo Grande tem 28.593 casos e 463 novos óbitos
Paranaíba
Filho que bate em mãe, se dá muito mal.
Brasíl
Nem Moro, Nem Azevedo, Nem Bolsonaro e nem Marito , eles todos não conseguiram dar garantias de segurança na fronteira" disse jornalista paraguaio.
Brasilia
Ao STF, Aras diz que decisão sobre reeleição de comandos da Câmara e Senado é assunto interno