Menu
Busca Qua, 24 de abril de 2019
(67) 9.9928-2002
Economia

CNI e Sebrae têm 900 vagas em projetos de aumento de competitividade para MPEs em todo o país

12 fevereiro 2019 - 17h00

Ao longo do 2019, cerca de 900 empresas de 16 estados devem ser beneficiadas por projetos coletivos do Programa de Apoio à Competitividade das Micro e Pequenas Indústrias (Procompi), iniciativa da Confederação Nacional da Indústria (CNI) e do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresa (Sebrae). A estimativa é que as instituições invistam R$ 6,3 millhões nas ações, que buscarão solucionar desafios comuns a negócios do mesmo ramo, em regiões específicas. Ainda é possível participar dos projetos, que estão em fase de cadastro de interessados.

Neste ano, 12 setores têm projetos aprovados, que são executados pelas federações estaduais de indústrias e núcleos regionais do Sebrae e têm duração de um ano. Cada ação reúne entre 15 e 20 empresas. "Nosso objetivo é apoiar indústrias de pequeno porte a melhorar seu desempenho por meio de consultorias e capacitação. Cada projeto é desenhado para atender a demanda de um setor específico", explica Suzana Peixoto, coordenadora do Procompi pela CNI.

A possibilidade de personalizar os projetos dá ao Procompi a capacidade de atender, simultâneamente, setores e regiões com realidades distintas. Por exemplo, entre os 48 projetos aprovados para este ano estão incluídos uma ação para desenvolver a indústria cerâmica da Zona da Mata e do Agreste de Alagoas; qualificar empresários em produção enxuta para diminuir desperdícios na produção de plástico no Vale dos Sinos, no Rio Grande do Sul; e oferecer consultoria em design thinking para indústrias de bebidas em Curitiba, no Paraná. Todas as regiões do país têm ações previstas.

Para mais detalhes, as empresas devem buscar as federações de indústrias ou os núcleos regionais do Sebrae de seu Estado. Os contatos estão no site do Procompi: http://www.portaldaindustria.com.br/cni/canais/procompi/. Os interessados devem ficar atentos aos setores e as regiões antendidas por esta rodada de projetos.

O Procompi

Em 21 anos de existência, o Procompi beneficiou milhares de indústrias em todo o país. No último ciclo de projetos, entre 2010 e 2015, a CNI e o Sebrae investiram R$ 30 milhões em projetos para atender mais de 2 mil empresas. Em média, os negócios participantes observaram aumento de 29% na produtividade, enquanto na indústria geral o crescimento foi de apenas 1%. As empresas também relataram 23% redução média nos custos de produção e 60% das empresas adoratam práticas de inovação após o Procompi.

 

 

 

 

Informações:Fiems

Reforma da Previdencia

Deixe seu Comentário

Leia Também

MEIO AMBIENTE
'Bioinvasão' com aproximadamente 200 mil javalis causa prejuízos e reação de caçadores em SC
POLICIA
Homem é preso após fazer compras usando nome de major do Exército assassinado a facada em MS
Estudantes brasileiros presos com álcool e drogas em festa serão expulsos do PY
ECONOMIA
Etanol deve alcançar recorde de produção com 33,14 bilhões de litros
GOLPISTAS
Dourados: Jovem cai em golpe pela internet e perde mais de R$ 4 mil em assalto, por uma agiota
POLÍTICA
CAOS BOLSONARISTA FAZ DESEMPREGO CRESCER EM MARÇO
POLÍTICA
Maia cobra participação de Bolsonaro em esforço pela reforma da Previdência
SORTUDO!
Homem se torna mais rico do Brasil após erro da Caixa
JUSTIÇA
Advogado pede que CNJ instale ponto eletrônico para juízes em fóruns
SAÚDE
Hematoma que surge espontaneamente pode ser sinal de doenças