Menu
Busca Qua, 22 de setembro de 2021
(67) 9.9928-2002
Campo Grande

Estado deposita R$ 514 milhões em salários nesta sexta-feira (27)

27 novembro 2020 - 13h51Por AB/EBC

O Governo do Estado deposita nesta sexta-feira (27) os salários de novembro dos cerca de 79 mil servidores ativos e inativos de Mato Grosso do Sul. Os recursos poderão ser sacados em toda a rede bancária no sábado (28).

O depósito desta sexta é a primeira folha dos três que o Governo do Estado vai pagar no período de 37 dias, injetando mais de R$ 1,5 bi  na economia local.

“Apesar de termos tido um ano atípico, marcado pelas incertezas e impacto econômico da pandemia, somos um dos únicos estados brasileiros a encerrar 2020 com a folha de pagamento dos servidores em dia, inclusive, com antecipação do salário. Isso só foi possível graças ao crescimento econômico do estado e às medidas adotadas desde o início da gestão para manter nosso equilíbrio fiscal”, explicou o secretário de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel.

Segundo a Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização (SAD), a folha do mês soma R$ 514,3 milhões.

Já o depósito do 13° salário será feito na próxima semana, em 1° de dezembro. A folha extra soma R$ 473,7 milhões.

A antecipação dos pagamentos movimenta a economia e dá mais confiança ao mercado em um ano marcado pelas incertezas impostas pela pandemia de coronavírus.

Para a secretária estadual de Administração e Desburocratização, Ana Nardes, “injetados na economia sul-mato-grossense, os salários irão impulsionar os setores do comércio e de prestação de serviços".

Ela ainda avalia que a decisão reafirma a política de valorização do servidor priorizada nesta gestão.

Bruno Chaves, Subcom
Foto: Chico Ribeiro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasília
CPI termina com sessão em briga, agressão verbal entre senadores e Ministro da CGU.
CPI no Senado Federal
A diferença de pensamento entre os Ministros do STF, Carmen, Nunes Marques e Rosa Weber.
Ministros divergem sobre obrigação de convocados à CPI da Covid
Justiça
Cármen Lúcia determina que CPI da Covid mantenha sigilo sobre dados de Ricardo Barros
Apenas o presidente da comissão, senador Omar Aziz, pode ter acesso aos dados do líder do governo na Câmara. Outros senadores membros da comissão terão acesso via requerimento
Policia Federal
Inquérito apura fraude na venda de medicamentos para o Ministério da Saúde entre 2016 e 2018; agentes também cumprem mandados na Precisa e na Global
PF investiga gestão Ricardo Barros e faz buscas em endereços de Max e secretário ligado a Ciro Nogueira
Paraná
PF desarticula quadrilha especializada em defensivos agrícolas ilegais
ONU
Presidente faz discurso na Assembleia Geral das Nações Unidas
Abertura do evento é feita tradicionalmente pelo presidente do Brasil
Brasília
Senador quer convocar filho de Bolsonaro após provocação à CPI
Mato Grosso do Sul
Inverno se despede com temperaturas acima dos 40°C e umidade do ar em níveis críticos
Política
Transferência de pagamento de perícias médicas aos segurados do INSS é criticada em debare do Senado Federal.
Política
Deputados cassados por corrupção recebem aposentadoria de até R$ 23,3 mil pela Câmara