Menu
Busca Ter, 14 de julho de 2020
(67) 9.9928-2002
Sustentabilidade

Jovens mexicanos criam inovadora pele orgânica feita de cacto: adeus ao couro animal!

Batizado de 'Lineapelle', o tecido é uma mistura de cacto e algodão, e pode ser manuseado em diferentes espessuras, sendo respirável e com validade de dez anos.

07 outubro 2019 - 17h45Por Razões Para Acreditar

Os jovens empreendedores mexicanos Adrián López e Marte Cázarez desenvolveram uma inovadora pele orgânica feita de cacto que pode revolucionar a indústria da moda. Em outras palavras: adeus ao couro animal!

Batizado de ‘Lineapelle’, o tecido é uma mistura de cacto e algodão, e pode ser manuseado em diferentes espessuras, sendo respirável e com validade de dez anos.

Versátil, o produto pode ser utilizado em segmentos da moda, móveis, indústria automotiva e artigos de couro.

Jovens mexicanos criam pele orgânica cacto fim uso couro animaisFoto: Pixabay/Reprodução

 

Pele orgânica feita de cacto

Os jovens contam que a ideia surgiu enquanto procuravam uma maneira de fazer um tecido ecológico que não fosse extraído de seres vivos. “Levou dois anos para torná-lo realidade”, disseram ao El Heraldo de México.

“Uma verdadeira inovação mexicana. Eles acalentaram a ideia de criar uma pele amigável ao meio ambiente, que não fosse extraída dos animais, além de respirável e durável por pelo menos uma década”, comemora Marte Cázarez.

Jovens mexicanos criam pele orgânica cacto fim uso couro animaisFoto: Upsocl/Reprodução

“O cacto possui muitas propriedades cosméticas: para shampoo, creme, entre outras. Então, dissemos: ‘Se é bom para a pele, por que não criar pele?’ E foi assim que a ideia nasceu no começo.”

Adrián complementa que o produto é característico do México. O cacto é abundante em solo mexicano e seu cultivo é muito econômico, não requerendo muitos cuidados.

De início taxados de loucos, os jovens não esmoreceram e tocaram o projeto até o fim. “O México tem potencial para inovar e inovar com o nopal, que é o símbolo do país. Muitas pessoas nos disseram que éramos loucos. Até nossos engenheiros disseram que isso não poderia ser feito. Dissemos: ‘Como não? Estamos no México, somos mexicanos. Que matéria-prima podemos aproveitar aqui?”.

Jovens mexicanos criam pele orgânica cacto fim uso couro animaisFoto: Upsocl/Reprodução

Talvez a grande vantagem do cacto nopal é que ele cresce espontaneamente, não exige demasiada irrigação e gasta pouquíssima água. Além disso, é bastante resistente.

Adrián e Marte valorizam o caráter multifacetado do seu produto. “Um vestido, uma bolsa, uma fita, uma pulseira de relógio, carteira, uma poltrona. Qualquer pele pode ser substituída por pele orgânica. A pele animal ou sintética pode ser substituída por orgânica. Essa é a ideia: apoiar o ecossistema.”

Jovens mexicanos criam pele orgânica cacto fim uso couro animaisFoto: Pixabay/Reprodução

A invenção também visa apoiar os agricultores que plantam pereiras espinhosas. Trata-se de uma fonte de renda adicional para eles. “Assim, dá mais significado ao que fazemos. Não é apenas para a moda e o meio ambiente. Fazemos isso para apoiar indiretamente o campo, também gerando trabalho“, conclui Adrián.

Fonte: Resiliência Mag/Razões Para Acreditar.

news

Deixe seu Comentário

Leia Também

Campo Grande
Causa repugnância a irresponsável conversinha desse prefeito sobre medicamento reprovados pela medicina.
Brasíl
Justiça determina quebra de sigilo bancário da Backer
Política
Governo vai enviar PL com penas mais rígidas para violência sexual
Saúde
Covid-19: Brasil chega a 72,8 mil óbitos e 1,88 milhão de casos
Brasília
Defesa aciona PGR contra Gilmar Mendes por ministro ter associado Exército a genocídio
Saúde
Crise do coronavírus pode ficar "pior e pior e pior", alerta OMS Reuters Staff
Brasíl e Mundo
Estudante de veterinária levou uma picada da terrível naja tinha outras cobras exóticas
Brasíl
Mulher de Queiroz se entrega e cumprirá prisão domiciliar com marido no Rio
Educação
Bolsonaro nomeia pastor Milton Ribeiro como ministro da Educação
Esporte
Natália Gaudio defende maior longevidade para atletas brasileiras