Menu
Busca Dom, 19 de janeiro de 2020
(67) 9.9928-2002
corte

Petrobras reduz em 4,4% o preço do gás de botijão para residências

04 abril 2018 - 16h34Por Redação Notícias VIP
A Petrobras anunciou nesta quarta (4) corte de 4,4% no preço do gás de cozinha vendido em botijões de 13 quilos, mais usado por residências. É o primeiro ajuste sob a nova política de preços para o combustível, anunciada em janeiro após uma sequência de altas no segundo semestre de 2017.De acordo com a estatal, a partir desta quinta (5) o preço médio do produto em suas refinarias será de R$ 22,13, contra os R$ 23,16 vigentes desde 18 de janeiro, quando a estatal anunciou a nova política com ajustes trimestrais.

A companhia não faz mais projeções sobre qual será o valor da queda para o consumidor. O valor cobrado pelas refinarias corresponde a 35% do preço final do produto -

o restante são impostos e margens de distribuidores e revendedores.

A mudança na política de preços foi anunciada pela empresa com o objetivo de evitar o repasse ao consumidor brasileiro de volatilidades internacionais dos preços do combustível. Desde junho de 2017, os preços vinham sendo reajustados mensalmente.

Naquele ano, o gás de botijão teve a maior alta em 15 anos: de acordo com a ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), o preço do produto ao consumidor final subiu 16,4%, com relação ao praticado no fim de 2016, já descontada a inflação.

Aumento maior do que esse, só em 2002, quando a alta foi de 34%. Naquele ano, assim como em 2017, a Petrobras inaugurou uma política de acompanhamento mais próximo das cotações internacionais. A alta constante, porém, levou o então candidato à Presidência José Serra (PSDB) a criticar a estatal, que suspendeu a política de reajustes.

Desde 2003, a Petrobras pratica preços diferentes para o gás liquefeito de petróleo (GLP, o gás de cozinha) de acordo com o tamanho do vasilhame. O produto vendido para envase em botijão de 13 quilos, mais usado por residências, é mais barato do que o vendido para botijões maiores ou granel.Esse último continua com reajustes mensais. No dia 26 de março, o preço foi elevado em 4,7%. Com informações da Folhapress.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Evangélicos Bolsonaro
Pastor evangélico é um dos agressores de manifestantes que protestavam contra Damares em São Carlos (SP)
São Gabriel do Oeste
Marido mata adolescente mãe de bebê
Dourados
Peladão correndo pela Presidente Vargas
Fronteira
A fuga se deu na madrugada de domingo através de buraco escava pelos membros do PCC
Brasil
A lei de Abuso de Autoridade trouxe mudanças importantes às quais todos deverão se adaptar
Campo Grande
"O prefeito e os vereadores de Campo Grande são omissos." reclamam os moradores de Campo Grande
Amanbai
DOF recupera carro roubado por marginal
Anastácio
Fiat encontrado dentro de córrego nesta manhã
Internacional
Vírus de origem chinesa pode ter infectado mais de mil de pessoas
Bela Vista
Pistoleiros assassinam dois politicos na fronteira