Menu
Busca Sáb, 24 de julho de 2021
(67) 9.9928-2002
CADÊ MINHA ENCOMENDA?

PF prende três funcionários dos Correios suspeitos de desviar encomendas internacionais

Prisões ocorreram na manhã desta quinta-feira (28), em Curitiba e Região. Conforme a PF, eles ficavam até mesmo com drogas sintéticas enviadas ilegalmente para o país.

28 fevereiro 2019 - 13h30

A Polícia Federal (PF) prendeu, nesta quinta-feira (28), em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, três funcionários dos Correios. Eles são suspeitos de desviar encomendas internacionais.

Eles foram presos dentro do Centro Internacional de Curitiba (Ceint) dos Correios, durante o expediente, no começo desta manhã. Dos três investigados, dois são funcionários efetivos da empresa e um é terceirizado.

Além dos três mandados de prisão temporária em Pinhais, os policiais também cumpriram quatro mandados de busca e apreensão - três em Curitiba e um em Pinhais.

A PF não descarta outras prisões com a continuidade das investigações. Ao todo, seis pessoas são investigadas pelo esquema. A prisão das outras três pessoas chegou a ser pedida pela polícia, mas não foi autorizada pela polícia. O motivo não foi informado.

Trio foi preso dentro do Centro Internacional de Curitiba (Ceint) dos Correios, em Pinhais, na Região de Curitiba — Foto: Wesley Cunha/RPC
Trio foi preso dentro do Centro Internacional de Curitiba (Ceint) dos Correios, em Pinhais, na Região de Curitiba — Foto: Wesley Cunha/RPC

Os suspeitos trabalhavam no setor de triagem de objetos internacionais. Conforme a PF, eles agiam de forma dissimulada e rompiam encomendas internacionais, apropriando-se, assim, do conteúdo delas.

Ainda de acordo com a polícia, a atuação do grupo era constante e verificou-se que os presos ficavam com diversos objetos, inclusive drogas sintéticas que eram ilegalmente enviadas para o Brasil.

"O líder do grupo possuía treinamento de raio-X. Ele era o responsável, antigamente, por encontrar as drogas. Só que ele saiu do setor e trabalhava no de triagem, fazendo o caminho inverso, pegando as drogas para ele mesmo", disse o delegado da PF Rodrigo da Silva.

Ainda conforme o delegado, o preso apontado como chefe do grupo cheirava envelopes para detectar a presença ou não de drogas. "Daí, ele pegava e passava para outros funcionários dos Correios", afirmou.

Além de ecstasy, os policiais também apreenderam cédulas de dinheiro estrangeiro, anabolizantes, moedas, selos e outros objetos.

Os presos podem ser indiciados pelos crimes de associação criminosa e peculato, além de tráfico de drogas internacional, contrabando e outros crimes.

O delegado descartou a relação entre a demora nas entregas com o esquema investigado nessa operação.

 

O que dizem os Correios

Em nota, os Correios disseram que "detectaram a atividade suspeita dos empregados e imediatamente acionaram a Polícia Federal, que iniciou as investigações e realizou as prisões".

Afirmaram, ainda, que "os empregados terceirizados serão desligados e os concursados serão submetidos a processos administrativos disciplinares, que podem culminar em demissão".

A empresa destacou também que "a conduta dos detidos não condiz com as normas da instituição e não reflete o comportamento do seu quadro de pessoal".

Conforme a PF, eles ficavam até mesmo com drogas sintéticas enviadas ilegalmente para o país — Foto: Divulgação/PF
Conforme a PF, eles ficavam até mesmo com drogas sintéticas enviadas ilegalmente para o país — Foto: Divulgação/PF

Durante as buscas, os policiais também apreenderam cédulas de dinheiro — Foto: Divulgação/PF
Durante as buscas, os policiais também apreenderam cédulas de dinheiro — Foto: Divulgação/PF

 

*Com informações, G1.

vacina sim

Deixe seu Comentário

Leia Também

Dourados
Agesul retira mais de 800 toneladas de lixo das margens da MS-156 em Dourados
Interior
SubsRacial leva Campanha Julho das Pretas a Rochedo, com temas de saúde e educação
Mato Grosso do Sul
Temperaturas voltam a subir e ar seco segue predominando nesta quarta-feira
Mato Grosso do Sul
Governo investe R$ 5,8 milhões na pavimentação da MS-455, criando novo acesso a Capão Seco
Interior
Corpo de Bombeiros monitora incêndios com imagens de satélite e amplia fiscalização em áreas de focos
Campo Grande
Até quando a massa de ar frio polar vai atuar em Mato Grosso do Sul?
Esportes
Hoje é Dia: nota 10 de Comaneci e Dia do Futebol marcam semana
Saúde
Covid-19: Brasil soma 541,2 mil mortes e vai a 19,3 milhões de casos
Violência
Em vídeo exclusivo, DJ Ivis pede perdão a Pamella e a todas mulheres
Tempo
Ela vem: frente fria vai derrubar temperaturas para menos de 3ºC e causar geada em MS, diz previsão