Menu
Busca Sex, 17 de janeiro de 2020
(67) 9.9928-2002
MEDICAMENTOS

Preços de medicamentos sobem até 2,84% a partir de hoje em todo o País

02 abril 2018 - 11h10Por Redação Notícias VIP
O governo federal autorizou reajuste de até 2,84% no preço dos remédios para 2018, já a partir de hoje. O aumento está publicado em edição extraordinária do Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira (30) em resolução da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (Cmed). O reajuste será de 2,09%, 2,47% ou 2,84%, conforme o tipo do medicamento. Os índices estão abaixo da inflação de 2017, que foi de 2,95%.

O Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos no Estado de São Paulo (Sindusfarma) destacou em nota que, pelo segundo ano consecutivo, o reajuste dos medicamentos ficou abaixo do esperado. De 2013 a 2017, afirma a entidade, a taxa acumulada do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) foi de 36 48% ante 32,51% dos reajustes médios autorizados pelo governo para remédios.

?A indústria farmacêutica tem conseguido segurar seus preços, apesar do expressivo aumento dos custos de produção nos últimos anos?, disse o presidente do Sindusfarma, Nelson Mussolini. No ano passado, o aumento autorizado também ficou abaixo da inflação, de 4,76%, frente a um IPCA de 6,29% em 2016.

O sindicato explica que o reajuste atualiza a tabela de Preços Máximos ao Consumidor (PMC) e não provoca aumentos automáticos nem imediatos nas farmácias e drogarias. Segundo a entidade, cerca de 13 mil apresentações de medicamentos disponíveis no mercado varejista brasileiro devem ser atingidos pelo reajuste.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Campo Grande
Trad e a gestão dos tapa-buraco e entulhos na capital
Brasília
Maia exige demissão de secretário de Bolsonaro
Corumbá
População reclama de mato e lixo nas ruas da cidade branca
MPF
MPF fechou em Ponta Porã, por medo da violência
STF
Toffoli suspende portaria de Moro com regras para atuação da PRF em operações
Educação
Inep divulga hoje as notas do Enem
Polícia
Corpo de advogado foi esquartejado
Polícia
Casal de tarados estuprava os filhos
Saúde pública
Ministério da Saúde faz alerta sobre febre amarela
Brasília
Bolsonaro afirmou: que não há nada de errado ele vai continuar