Menu
Busca Sáb, 31 de julho de 2021
(67) 9.9928-2002
POLÍTICA

Reforma trabalhista antecipou ataque à Previdência, diz senador Paim

19 fevereiro 2019 - 10h20

O senador gaúcho Paulo Paim (PT) afirmou nesta segunda-feira (18) que a reforma trabalhista implementada pelo presidente ilegítimo Michel Temer (MDB) impactou negativamente as contas da Previdência Social reduzindo a arrecadação do sistema ao estimular a informalidade, a precarização das relações de trabalho e ampliando a pobreza no país.

A reforma trabalhista, na avaliação do senador, representou um amplo conjunto de medidas que desmontou a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e retirou as proteções existentes para o trabalhador e, consequentemente, para a Previdência.

“Metade das ocupações, hoje, no mercado de trabalho são informais. E a tendência é o avanço da informalidade. A legislação trabalhista alcança cerca de 50% dos trabalhadores brasileiros. Trabalhador informal não paga Previdência”, disse.

 

*Com informações, Blog do Esmael.

violência contra a mulher

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mato Grosso do Sul
Inscrições prorrogadas para a segunda edição do Prêmio Inova
Oportunidade
Estão abertas as inscrições para curso de idiomas na UEMS
Brasília
PP não vai aceitar filiação de Bolsonaro
Dourados
Agesul retira mais de 800 toneladas de lixo das margens da MS-156 em Dourados
Interior
SubsRacial leva Campanha Julho das Pretas a Rochedo, com temas de saúde e educação
Mato Grosso do Sul
Temperaturas voltam a subir e ar seco segue predominando nesta quarta-feira
Mato Grosso do Sul
Governo investe R$ 5,8 milhões na pavimentação da MS-455, criando novo acesso a Capão Seco
Interior
Corpo de Bombeiros monitora incêndios com imagens de satélite e amplia fiscalização em áreas de focos
Campo Grande
Até quando a massa de ar frio polar vai atuar em Mato Grosso do Sul?
Esportes
Hoje é Dia: nota 10 de Comaneci e Dia do Futebol marcam semana