Menu
Busca Qui, 29 de outubro de 2020
(67) 9.9928-2002
Rural

Vazio sanitário para o plantio da soja termina neste domingo em MS

15 setembro 2019 - 08h08

O vazio sanitário da soja teve início oficialmente em Mato Grosso do Sul no dia 15 de junho com término marcado para este domingo, dia 15 de setembro de 2019. Neste período de 90 dias fica proibido o cultivo de soja, sob risco de penalidades.

A campanha realizada pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro) e a Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro), tem a parceria da Associação dos Produtores de Soja de MS (Aprosoja/MS) e Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (Famasul).

O período de plantio da oleaginosa no Estado acontece entre os dias 16 de setembro a 31 de dezembro e o cadastro de área plantada é obrigatório, devendo ser realizado no site do Iagro (www.servicos.iagro.ms.gov.br/plantio). O período é crucial para evitar a expansão de focos de ferrugem asiática nas lavouras, sendo a doença de maior expressão da cultura da soja.

O Presidente da Aprosoja/MS, Juliano Schmaedecke destaca que a safra de milho atual teve como característica a atuação forte de pragas a o aparecimento de novas, o que representa uma grande ameaça para o produtor. “Temos visto cada vez mais pragas nas lavouras e por isso se faz muito importante o cumprimento das medidas sanitárias de maneira muito séria e responsável para evitarmos problemas maiores”.

O titular da Semagro, Jaime Verruck fez o link lançamento da campanha do vazio sanitário com a assinatura do termo de cooperação realizada no mesmo ato, fazendo alusão a parceria que o Estado tem mantido com o setor produtivo através das instituições que os representa, citando a Famasul, Aprosoja e os sindicatos rurais em todo o Estado e que segundo suas palavras é uma fórmula que tem garantido resultados positivos nas ações voltadas ao setor produtivo.

“Sanidade é tudo hoje em dia. Tivemos recentemente um caso atípico de uma doença e vimos que isso mexe em todo o mercado internacional e vira um problema. Então sabemos a importância da questão sanitária e da necessidade de levar isso a sério. O vazio sanitário é fundamental para garantir a seguridade da soja”, afirmou o governador Reinaldo Azambuja.

Com informações, MS NEWS.

news

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Mega-Sena, concurso 2.313: ninguém acerta as seis dezenas e prêmio acumula em R$ 52 milhões
Covid 19
Brasil registra 510 novos óbitos por Covid-19 e total chega a 158.456
Brasil e Mundo
Trump faz comícios no Arizona enquanto Covid-19 se alastra novamente pelos EUA
Brasil
Anvisa autoriza importação de matéria-prima para fabricação da CoronaVac pelo Butantan
Política
Após forte reação, Bolsonaro recua e revoga decreto sobre parceria privada com unidades de saúde do SUS
Covid 19
França e Alemanha impõem novos lockdowns para conter segunda onda de Covid-19
Petrobras recupera venda de combustíveis e receitas no 3º trimestre
Brasil
Eleições 2020: TSE aprova envio de forças federais para sete estados
Antecipação do BPC e do auxílio-doença é prorrogada até 30 de novembro
Política
Partidos mantêm obstrução e sessão da Câmara é cancelada