Menu
Busca Qui, 24 de setembro de 2020
(67) 9.9928-2002
FAMA

A graça é fazer o que a gente não é', diz Antonelli ao defender novela

14 maio 2018 - 17h41Por Redação Notícias VIP
Protagonista da novela "O Segundo Sol", Giovanna Antonelli falou em entrevista à RedeTV! sobre as polêmicas de racismo e falta de representatividade que rondam a trama.

Entre os cerca de 30 integrantes do elenco principal, somente três são negros. A novela se passa na Bahia, o estado mais negro do Brasil. Atores brancos e majoritariamente do sudeste foram priorizados na escolha do elenco. Para Antonelli, nada disso é um problema.

"Acho que a graça da profissão é a gente fazer o que a gente não é. Hoje, ali, vivendo na Bahia, fazendo um personagem baiano, todos que estão participando se sentiram tão baianos quanto um baiano e os admirando profundamente", defendeu a atriz.

"Eu, como artista, ficaria muito triste de um dia não poder interpretar uma índia, por exemplo, porque eu não sou uma. Eu posso me caracterizar para aquilo".

Ainda sobre o tema, Giovanna relembra o papel de Luís Mello em 'Sol Nascente', em que o ator interpretava o japonês Kazuo Tanaka. Antonelli vivia sua filha adotiva na trama, em vez de uma atriz oriental.

"O Luís Mello, que não é um japonês, e ficou um barato, ele fez uma composição, não só da caracterização que fizeram nele, mas ele, como ator, teve uma dimensão de ir para um lugar que jamais imaginou. Ele virou japonês", defende. 
Com informações da Folhapress. 



news

Deixe seu Comentário

Leia Também

Corrupção
Operação da PF apura desvios no SUS de mais de R$ 2 milhões Ao todo 10 mandados de busca e apreensão foram cumpridos no RS e ES
Brasíl e Mundo
Tóquio exigirá testes de covid-19 para atletas, mas não quarentena
Brasíl e Mundo
Time coloca Bolsonaro entre 100 mais influentes e o responsabiliza por mortos na pandemia e crise ambiental
Saúde
J&J inicia estudo final de vacina contra Covid-19 em 60 mil voluntários
Vacina contra Covid 19
Polícia
"Argumento para lacrar bancas do bicho é ocupação de calçadas sem autorização " disse site de notícias.
Rio de Janeiro
"Vai vendo ... Witzel faltou algumas aulas do prefeito Crivella " disse a fonte
Mundo
Torre Eiffel é esvaziada em Paris Informação é da equipe de imprensa da torre
Brasil
Elias Maluco é encontrado morto dentro de cela
Campo Grande
Mulher é encontrada morta com ferimentos graves dentro do banheiro no fundo de um salão de cabeleireiros
Fronteira
Foram presos contrabandistas, entre eles um dos policiais da Operação Omertà.