Menu
Busca Dom, 05 de dezembro de 2021
(67) 9.9928-2002
FAMA

Achei que ficaria louca nos 6 primeiros meses de casamento', diz Sandy

11 abril 2018 - 08h36Por Redação Notícias VIP
Sandy e Lucas Limas abriram o coração para contar que nem só de flores é feito o relacionamento que já dura 18 anos. A cantora e o músico, que estão casados desde 2008, falaram no "Vai Fernandinha", nesta terça-feira (10), como se conheceram, as duas vezes que terminaram e o quanto é difícil se dar bem no dia a dia.
Ninguém é feliz como em comercial de margarina. Não é fácil, mas é possível. A gente escolhe estar junto, não é porque tenho filho [Theo, de 3 anos] e 'filho segura casamento', não é porque 'estamos há muito tempo e todo mundo tem defeitos, se separar e arrumar outro tem que aturar os defeitos do outro', não é isso. A gente escolhe estar junto", afirma a cantora.

Lucas concorda. "Não é um relacionamento fácil, uma alegria o tempo inteiro, mas a gente consegue reconhecer que vale a pena".

Sandy se derrete ao enumerar os motivos que a levam a superar as divergências e manter a relação. "A gente é muito perfeccionista, temos ideias divergentes e os dois são teimosos, têm muitas convicções. O Lucas me ajuda a me enxergar como pessoa. Descobri quem sou musicalmente ainda mais, ele me ajuda a me entender, é meu terapeuta, meu psicólogo em casa. Ele é meu chão, a pessoa para quem eu me exponho nua e crua, sem maquiagem, do jeito que sou no meu estado mais primitivo e essencial, do jeito que nasci, do jeito que ninguém sabe que eu sou. Ele me aceita assim, com todos os defeitos".

Eles contam que tanto a primeira vez quanto a ocasião em que Theo foi concebido aconteceram no quarto da cantora. Já o pedido de casamento aconteceu no hotel, quando foram à Disney. "Olhei pra ele e comecei a chorar. Não conseguia nem dizer 'sim'. Nos primeiros seis meses de casamento achei que ia ficar louca, achava que ele fazia coisas para me provocar, mas era só o jeito dele", reconhece ela.

IDAS E VINDAS

Os dois se conheceram quando Sandy foi assistir a um show da Família Lima. "Ele tinha 16 anos. Eu estava namorando outro menino em segredo e a gente ficou amigo. Meu namoro estava esfriando, quando eu estava para terminar ele começou a dizer que estava gostando de uma menina e fui percebendo que era eu. Falei 'eu também estou gostando de você'", entrega Sandy.

"O primeiro beijo foi bom, mas minha boca estava seca porque eu estava muito nervosa", continua a filha de Xororó. Mas o namoro chegou ao fim duas vezes: a primeira, após 7 meses. "A segunda vez foi melhor, ficamos dois anos namorando e desandou, degringolou. Ele sempre foi muito bravo, sou brava também. A gente era muito amigo, ele era meu melhor amigo, fiquei muito arrasada da gente terminar", assume.

Ela notou mudanças no reencontro. "Ficamos separados 1 ano e meio, ele namorou, eu tive paixonites por aí. Meu irmão o chamou pra passar o carnaval na fazenda e ele estava uma pessoa totalmente diferente, resolveu ser o cara: comia e dormia nos horários regulares, lia mitologia grega, estava lindo, sarado. Depois soube que era só para me conquistar".

Sandy revela que ela quem fez tomou a iniciativa de reatar. "Aí eu que fiz o pedido de namoro. Peguei uma flor, ajoelhei na frente dele e perguntei 'quer namorar comigo?'. A gente recomeçou e não parou mais, desde 2004". Com informações do UOL/Folhapress.
news

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasília
Senado aprova PEC dos Precatórios, que viabiliza Auxílio Brasil; texto volta para a Câmara
Texto limita pagamento anual das dívidas da União e muda período de inflação para cálculo do teto de gastos. Governo estima que projeto abrirá R$ 106 bilhões no orçamento.
Brasília
Senado aprova PEC dos Precatórios, que viabiliza Auxílio Brasil; texto volta para a Câmara
Judiciário
Desembargador anula condenação de Palocci em processo da Lava Jato
Polícia federal
Grupo com atuação no tráfico internacional de cocaína é alvo da PF
São Paulo
São Paulo mantém exigência do uso de máscaras em ambientes abertos
Loteria
Nenhuma aposta acerta a Mega-Sena; prêmio acumula em R$ 16 milhões
Mato Grosso do Sul
Grupo com atuação no tráfico internacional de cocaína é alvo da PF
Internacional
EUA e Alemanha querem novas restrições; Ômicron preocupa investidores Países temem que variante ameace tentativa de recuperação econômica
Dezembro vermelho
Saúde alerta para a importância da prevenção, diagnóstico e tratamento contra o HIV/Aids
Mato Grosso do Sul
SED divulga calendário Escolar de 2022; aulas terão início em março