Menu
Busca Sáb, 06 de março de 2021
(67) 9.9928-2002

Anitta, Paolla Oliveira, Bruna Marquezine entram no mesmo barco furado, se previnem e lucram fortunas

17 janeiro 2019 - 13h00

Neste especial do TV Foco, nós iremos falar das artistas da Globo e da grande mídia que entraram no barco furado do amor, se preveniram e ganham com o término. Entre elas, a cantora Anitta, as atrizes Paolla Oliveira e Bruna Marquezine.

O mais recente caso foi o da bela atriz Paolla Oliveira que terminou um relacionamento com Rogério Gomes, diretor da Globo, conhecido como Papinha, após quatro anos. Ele se conheceram com mais intimidade, vamos assim dizer, em 2015 enquanto trabalhavam na novela Além do Tempo. Na ocasião, o namoro dos dois sofreu com críticas porque eles tinham 11 anos de diferença. Uma bobagem, né? Público é bobo ás vezes. A partir de agora, as pessoas ficarão com os olhos voltados para Paolla para entender como ela lidará com a solterice novamente. Como os holofotes estarão voltados para ela, já aconselhamos a lucrar com isso, literalmente falando.

Não só Paolla Oliveira, no final do ano passado, o Brasil parava ao descobrir que Bruna Marquezine e Neymar terminaram mais uma vez. Dessa vez, parece bem sério. Conhecidos por terem um namoro iô iô, apostavam que o ex-casal iriam se casar, mas não deu certo, não se sabe o motivo ao certo. Há boatos que foi o nosso Presidente ou mesmo o jogador não queria compromisso sério por agora. Algo que ninguém pode negar é que, juntos, Bruna Marquezine e Neymar faturavam bem, mas mesmo separados eles são um dos rostos mais conhecidos por nós, já que estão em diversas propagandas.

Bruna Marquezine e Neymar para campanha do dia dos namorados (Foto: Divulgação)

Um dos casamentos mais longos da televisão foi o de Marcelo de Carvalho e a apresentadora Luciana Gimenez, da RedeTV. Foram 12 anos juntos e eles tiveram até um menino de 7 anos chamado Lorenzo. Um dos donos da emissora que tem sede em Osasco, já engatou um relacionamento com Simone Abdelnour. Já Luciana está solteira, meu bem, mas, não sozinha. Vira e mexe, os fãs acompanham as viagens e eventos que Gimenez faz. Tá certa!

Foi recentemente que Anitta se tornou uma das mulheres solteiras mais cobiçadas do pedaço. No ano passado, após um ano, ela pediu divórcio do empresário Thiago Magalhães. Eles estavam casados no cartório e fizeram uma cerimônia discreta e diferentona com um pajé na Amazônia. Requisitada, Anitta é uma das mulheres que mais ganham e fazem dinheiro no Brasil, nós vemos ela na marca de telefone, nas roupas, nas rádios, nos aplicativos de comida, nos carros. Já que o coração está partido que o bolso esteja cheio, não é mesmo?

 

 

 

 

fonte:otvfoco

Bruna Marquezine e Neymar para campanha do dia dos namorados (Foto: Divulgação)

Um dos casamentos mais longos da televisão foi o de Marcelo de Carvalho e a apresentadora Luciana Gimenez, da RedeTV. Foram 12 anos juntos e eles tiveram até um menino de 7 anos chamado Lorenzo. Um dos donos da emissora que tem sede em Osasco, já engatou um relacionamento com Simone Abdelnour. Já Luciana está solteira, meu bem, mas, não sozinha. Vira e mexe, os fãs acompanham as viagens e eventos que Gimenez faz. Tá certa!

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mortes por Coronavirus no Brasil
Brasil virou referência de bagunça de politicos, vírus, infeção, falta de estrutura e mortes.
Vacinação
Politicagem e desordem
Economia
Empresas do setor de turismo do MS já podem acessar as linhas de crédito do Fungetur
Campo Grande
Alerta em Campo Grande
Covid 19 em MS
Governo de MS culpa prefeitos por avanço do coronavírus e diz que decisão de lockdown cabe a municípios
Ao contrário de outros Estados, MS decretou apenas toque de recolher às 23h
Campo Grande
Moradores se revoltam contra Trad por sujeira e mato nos bairros da capital
Gestão Pública
Governo inicia mais uma etapa para tornar gestão mais eficiente e qualificar serviços
Esporte
Bolsa Atleta e Bolsa Técnico seguem com inscrições abertas até 12 de março
Digital
Detran Digital: Em um ano, número de CNHs emitidas pelo Portal Meu Detran cresce 45%
Evangélicos
Baixaria na igreja