Menu
Busca Sex, 18 de setembro de 2020
(67) 9.9928-2002
Fama

Neymar evolui bem e já não tem mais pé imobilizado, informa PSG

29 abril 2018 - 15h47Por Redação Notícias VIP
A evolução da lesão de Neymar é satisfatória, e os médicos decidiram retirar toda a imobilização e proteção, segundo informações divulgadas neste domingo pelo Paris Saint-Germain, que não deu uma previsão para o retorno do craque brasileiro aos gramados. "Os próximos períodos do programa de recuperação serão feitos no Brasil e no centro de treinamento do clube", divulgou o time parisiense.

O comunicado foi emitido um dia depois que o jogador foi submetido a um exame de rotina a cargo dos médicos Rodrigo Lesmar, da seleção brasileira, e Eric Rolland, do PSG.

"Os exames mostram uma evolução muito satisfatória das lesões do tornozelo e do pé direito do jogador, o que permitiu a retirada da proteção que o jogador usava desde o dia 3 de março", informou o clube.

Neymar será submetido a uma revisão médica final no próximo dia 17, momento em que será definido quando ocorrerá a volta aos gramados. Jogador e Rodrigo Lasmar não confirmam, mas a prioridade é está 100% na Copa do Mundo. A preparação da seleção começará em 21 de maio, em Teresópolis. EFE
news

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Do outro lado do balcão De ex-juiz Federal a ex-ministro da Justiça, agora Sergio Moro é o mais "jovem" advogado do Brasil.
Saúde
Uma de 7 infecções de Covid-19 relatadas ocorre em profissionais de saúde, diz OMS
Brasíl
Marco Aurélio suspende inquérito que apura suposta interferência na PF
Brasíl
829 mortos por Covid 19 e 36.330 novos casos de contaminados
STF
COVID NOS PRESÍDIOS Fux renova Recomendação 62 por 6 meses e restringe alcance
Brasil
Os seis fatores que tornam incêndios no Pantanal difíceis de serem controlados
Religião e Judiciário na Política
Empresário preso afirma ter feito pagamentos a Witzel quando governador afastado ainda era juiz federal
Brasil
Flordelis, pastora e deputada federal pelo PSD soltou até bomba, diz testemunha.
Pastor Anderson vítima da "família do mal"
Brasil
Governo vai manter o Bolsa Família, diz Bolsonaro
Saúde
MS ultrapassa 60 mil casos confirmados e tem 1.106 mortes pelo novo coronavírus