Menu
Busca Seg, 18 de outubro de 2021
(67) 9.9928-2002
Fama

Neymar evolui bem e já não tem mais pé imobilizado, informa PSG

29 abril 2018 - 15h47Por Redação Notícias VIP
A evolução da lesão de Neymar é satisfatória, e os médicos decidiram retirar toda a imobilização e proteção, segundo informações divulgadas neste domingo pelo Paris Saint-Germain, que não deu uma previsão para o retorno do craque brasileiro aos gramados. "Os próximos períodos do programa de recuperação serão feitos no Brasil e no centro de treinamento do clube", divulgou o time parisiense.

O comunicado foi emitido um dia depois que o jogador foi submetido a um exame de rotina a cargo dos médicos Rodrigo Lesmar, da seleção brasileira, e Eric Rolland, do PSG.

"Os exames mostram uma evolução muito satisfatória das lesões do tornozelo e do pé direito do jogador, o que permitiu a retirada da proteção que o jogador usava desde o dia 3 de março", informou o clube.

Neymar será submetido a uma revisão médica final no próximo dia 17, momento em que será definido quando ocorrerá a volta aos gramados. Jogador e Rodrigo Lasmar não confirmam, mas a prioridade é está 100% na Copa do Mundo. A preparação da seleção começará em 21 de maio, em Teresópolis. EFE

Deixe seu Comentário

Leia Também

Saúde
Em evento histórico, primeira vacina contra malária é aprovada pela OMS
Educação
Relatório aponta impacto da pandemia na saúde mental de adolescentes
Direito
Hipertensão: Quem possui essa condição pode requerer o auxílio-doença ou a aposentadoria por invalidez?
Geral
Facebook, Instagram e Whatsapp têm problemas de acesso nesta segunda
Economia
Ministro defende uso de reservas para capitalizar banco do Brics
Saúde
Ministro chega ao Brasil um dia após testar negativo para covid-19
Brasíl
Eleitores voltam às urnas em 19 cidades para escolha de novo prefeito
Campo Grande
Com ventos de 68 Km/h e 145 mil raios, temporal deixou 13 mil pessoas no escuro
Política
Lei que define sobras de voto em eleições proporcionais é sancionada
Brasília
Senado aprova texto-base de nova Lei de Improbidade Administrativa