Menu
Busca Qui, 04 de junho de 2020
(67) 9.9928-2002
Entretenimento

PM que se vestiu de Batman: “Comandante também ficou feliz”

Após vídeo em que busca a filha na escola viralizar, Jonas de Paula ficou preocupado com repercussão. Mas todos levaram no bom humor

16 outubro 2019 - 13h13Por Metrópoles

Jonas do Araguaia de Paula, 44 anos, não esperava o sucesso que fez na internet por buscar a filha de 16 anos em uma escola particular de Goiânia (GO) vestido de Batman, na última sexta-feira (11/10/2019). “Não imaginei que daria essa repercussão. Que bom que a gente fez alguém feliz”, disse ao Metrópoles.

O momento ganhou as redes sociais e, até agora, o vídeo acumula mais de 1,7 milhão de visualizações e supera 154 mil curtidas. No entanto, o sargento da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) ficou preocupado com a repercussão no seu local de trabalho. Jonas está lotado no 19º BPM, que cuida da área de São Sebastião e do Complexo Penitenciário da Papuda.

“A gente preserva muito pela imagem, pela postura. Fiquei com muito receio. São 23 anos de Polícia Militar”, explicou. Para o alívio de Jonas, a reação dos colegas de farda também foi positiva. “Meus amigos de quartel ficaram felizes. Meu comandante também. Ele disse que eu era um ‘paizão'”, conta com um sorriso no rosto.

A ideia inicial do militar e da esposa era surpreender o filho, Calebe de Paula, de 4 anos, e os colegas de classe na comemoração de Dia das Crianças da escola.

A surpresa, no entanto, quase não aconteceu. “Na quinta, desisti de comprar a fantasia por ser um pouco cara. No dia seguinte, continuei pensando naquilo, porque ele [o filho] gosta muito de super-herói”, revela. “Consegui a fantasia do Batman em cima da hora”, completa o PM.

 

Vergonha

“Foi muito gratificante ver aquelas crianças achando que eu era mesmo super-herói”, disse o policial militar, que já estava feliz com a reação da garotada e nem imaginava que faria mais sucesso com a fantasia.

O momento que viralizou nas redes sociais foi Jonas buscando Rebeca de Paula na escola. “Perguntei para minha esposa se eu ia daquele jeito, vestido de Batman, e ela disse que sim. Fiquei esperando minha filha. Quando a vi do lado de fora, saí do carro e pulei na frente dela”, lembra.

Segundo Jonas, a adolescente ficou com tanta vergonha que chegou a voltar para dentro do colégio. Ele foi atrás e começou chamar a menina de Alerquina, a vilã e namorada do Coringa, inimigo do Batman. Alguém que estava no local gravou a cena e postou nas redes sociais.

Rebeca só deixou a vergonha de lado quando percebeu a reação positiva nas redes sociais. “Ela foi ficando feliz porque o vídeo estava sendo muito curtido”, destaca. Segundo informações, Metrópoles.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Geraldo Resende continuará suplente de deputado federal e secretário de saúde a pedido do governador Reinaldo Azambuja
Política
Trad usa subterfúgio para fazer campanha extremporâmea, usando balãozinho chamado Pedrossian Neto.
Brasil
George Floyd estava infectado com novo coronavírus, revela autópsia
Meio Ambiente
Frigoríficos brasileiros compraram gado ligado ao desmatamento, diz Greenpeace
Coronavirus
Brasil inicia neste mês testes com vacina contra covid-19
Saúde Pública
Covid-19: Brasil tem 584.016 casos confirmados e 32.548 mortes
Geral
A água no Brasil: da abundância à escassez
Interior
Em Rio Verde uma ponte de madeira cai e deixa população isolada.
Polícia
PRF e PF apreendem carreta com mais de 5 mil quilos de maconha
Saúde
Brasil inicia neste mês testes com vacina contra covid-19