Menu
Busca Sáb, 31 de julho de 2021
(67) 9.9928-2002
BRASIL 247

ESCÂNDALO: MEC PEDE QUE ESCOLAS FAÇAM PROPAGANDA PARA BOLSONARO

Inacreditável: o Ministério da Educação (MEC) enviou nesta segunda-feira (25) um email para diretores de escolas particulares com uma carta assinada pelo ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodriguez, para ser lida aos professores, alunos e demais funcion

26 fevereiro 2019 - 09h20

Segundo o site Brasil 247. O Ministério da Educação (MEC) enviou e-mail nesta segunda-feira (25) para os diretores de escolas particulares com uma carta assinada pelo ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodriguez, para ser lida aos professores, alunos e demais funcionários no primeiro dia da volta às aulas, além de instruções para filmar o ato e enviar o arquivo para a Secretaria de Comunicação da Presidência e para o MEC.

A carta, que deve ser lida com todos "perfilados diante da bandeira do Brasil (se houver), juntamente da execução do hino nacional", conforme as instruções do MEC, diz:

"Brasileiros! Vamos saudar o Brasil dos novos tempos e celebrar a educação responsável e de qualidade a ser desenvolvida na nossa escola pelos professores, em benefício de vocês, alunos, que constituem a nova geração. Brasil acima de tudo. Deus acima de todos".

Também nas instruções do e-mail, o MEC solicita que um representante da escola filme trechos curtos da leitura da carta e da execução do hino e, em seguida, que envie o arquivo com os dados da escola para os emails secom.gabinete@presidencia.gov.br e imprensa@mec.gov.br.

O deputado federal Jorge Solla (PT-BA) reagiu: "Obrigar as crianças (de colégios privados, vejam) a serem filmadas a repetir o bordão da campanha eleitoral do presidente, um bordão que não respeita a laicidade do estado Brasileiro. É essa a nova do ministro da Educação", escreveu.

Paulo Pimenta, também do PT, reforçou: "O ministro da Educação não tem a mínima condição de permanecer à frente do cargo. Além de ter ofendido o povo brasileiro, agora perdeu qualquer compostura ao impor medidas às escolas que são absurdas e inaceitáveis! Filmar crianças é um constrangimento que viola a lei!", tuitou.

Já a deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) saiu em defesa. Veja abaixo:




 

news

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mato Grosso do Sul
Inscrições prorrogadas para a segunda edição do Prêmio Inova
Oportunidade
Estão abertas as inscrições para curso de idiomas na UEMS
Brasília
PP não vai aceitar filiação de Bolsonaro
Dourados
Agesul retira mais de 800 toneladas de lixo das margens da MS-156 em Dourados
Interior
SubsRacial leva Campanha Julho das Pretas a Rochedo, com temas de saúde e educação
Mato Grosso do Sul
Temperaturas voltam a subir e ar seco segue predominando nesta quarta-feira
Mato Grosso do Sul
Governo investe R$ 5,8 milhões na pavimentação da MS-455, criando novo acesso a Capão Seco
Interior
Corpo de Bombeiros monitora incêndios com imagens de satélite e amplia fiscalização em áreas de focos
Campo Grande
Até quando a massa de ar frio polar vai atuar em Mato Grosso do Sul?
Esportes
Hoje é Dia: nota 10 de Comaneci e Dia do Futebol marcam semana