Menu
Busca Sáb, 08 de agosto de 2020
(67) 9.9928-2002
ESPORTES

Brasil é o terceiro país que mais comprou ingressos para Copa

Por Carol Assis
A Fifa divulgou nesta quarta-feira (18) nova parcial de venda de ingressos para a Copa do Mundo de 2018, que será realizada na Rússia. Por enquanto, só os anfitriões e os Estados Unidos compraram mais entradas para jogos do que o Brasil.

Até o momento da publicação do comunicado emitido pela Fifa, 1.698.049 ingressos já haviam sido comprados. Destes, 796.875 foram comprados em território russo, 80.161 nos Estados Unidos e 65.863 no Brasil.

Completam a lista dos dez países estrangeiros com maior índice de compra de ingressos Colômbia, com 60.199, Alemanha, com 55.136, México, com 51.736, Argentina, com 44.882, Peru, com 38.544, China, com 36.841, Austrália, com 34.628, e Inglaterra, com 30.711.Vale lembrar que o ranking leva em conta a localidade em que o ingresso foi solicitado, e não a nacionalidade do comprador.

A última janela de vendas de ingressos foi iniciada nesta quarta e ficará aberta até a Copa do Mundo por meio do site oficial da Fifa. Além disso, pontos de venda físicos serão abertos pela primeira vez na Rússia. Ingressos para todas as partidas estão disponíveis.  
news

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasíl
Covid 19 está matando no Brasil e no mundo
Brasíl
PGR recorre de decisão que impediu acesso a dados da Lava Jato
Meio Ambiente
Mourão defende avanços nos sistemas de monitoramento da Amazônia Para ele, também é preciso tratar do problema fundiário da região
Esporte
Vai Mercedes
Meio Ambiente
Prossegue combate a incêndio florestal na Serra dos Órgãos
Brasíl
Anac autoriza táxi-aéreo a vender assento individual Medida, em caráter emergencial, terá validade de dois anos
Bandido
Pistoleiro pede mais dinheiro para vítima e deixá-la em paz.
Campo Grande
Ameaça de demissão em massa do Transporte Público da capital
Brasíl e Mundo
OMS: recuperação econômica global pode ser mais rápida com vacina
Economia
Guedes diz que anunciará três ou quatro privatizações em até 60 dias