Menu
Busca Qui, 20 de junho de 2019
(67) 9.9928-2002
COPA AMÉRICA

Brasil x Bolívia já fizeram jogo de Copa América no Morumbi com polícia, vaias e 'bicho' de R$ 7 mil

14 junho 2019 - 16h30

A seleção brasileira fará, nesta sexta-feira, às 21h30, contra a Bolívia, seu 29º jogo no Morumbi. Será apenas o segundo, contudo, pela Copa América. No primeiro, o rival era exatamente o mesmo desta noite, em jogo que teve de vaias a confusão.

O ano era 1979, e o formato do torneio era bem diferente do atual: não havia sede fixa, e as seleções faziam jogos de ida e volta em cada país. No grupo do Brasil, o B, estavam também Argentina e Bolívia. A visita andina a São Paulo era válida pela terceira rodada.

Antes disso, o Brasil havia perdido para os bolivianos em La Paz e vencido os argentinos no Maracanã. A vitória era fundamental para os anfitriões, mas, nos jornais da época, a preocupação era outra: “o grande objetivo é a goleada”, escreveu a “Folha de S.Paulo”.

Foram quase 110 mil pessoas no Morumbi. A expectativa por uma vitória, claro, refletiu nas arquibancadas, e o empate sem gols no intervalo foi um banho de água fria. Mais do que isso: causou revolta nos presentes, que passaram a vaiar a seleção brasileira.

Nem mesmo o gol logo no início da etapa complementar, com Tita, que aproveitou cruzamento da esquerda de Júnior, em cobrança de falta, acalmou o Morumbi.

A expectativa pela goleada era tanta que, com apenas 1 a 0, a torcida seguiu vaiando a seleção, em apupos que se intensificaram contra o técnico Cláudio Coutinho, que substituiu Zenon por Palinha. O treinador se revoltou a ponto de sequer conceder entrevistas depois.

A troca controversa, no entanto, pagou seu preço: foi em cruzamento de Palinha que Zico fez 2 a 0 para o Brasil, já nos minutos finais da partida. Acabou sendo o início de grande confusão.

Quando saiu para comemorar, Zico passou na frente do boliviano Vargas e foi chutado. O ídolo não teve qualquer dúvida em retornar para revidar e foi seguido por diversos companheiros. A briga acabou se tornando generalizada, obrigando policiais a entrarem no campo.

Foram necessários alguns minutos para que tudo se acalmasse e o triunfo fosse confirmado. Um resultado que rendeu, para os brasileiros, um “bicho” que soa irrisório nos tempos atuais. Foram 25 mil cruzeiros, que representam R$ 7,6 mil em valores corrigidos pelo INPC.

Na Copa América de 79, a vitória vaiada sobre a Bolívia serviu para o Brasil ir a Buenos Aires fechar a primeira fase com a Argentina podendo empatar. Classificou-se com um 2 a 2.

A campanha, contudo, acabou logo em seguida: nas semifinais, a seleção encarou o Paraguai e foi eliminado com derrota em Assunção e empate no Maracanã. Depois de 40 anos, o Brasil de Tite – e também do Morumbi – espera um desfecho bem mais feliz.

 

Com informações, ESPN.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Preocupação com segurança de dados é a maior em 10 anos
São e salvo
Piloto sequestrado durante roubo de avião é localizado em cidade de MT
COPA AMÉRICA
Messi faz de pênalti, mas Argentina só empata com o Paraguai e é lanterna
POLÍTICA
Moro: "Não tenho apego ao cargo, se houver irregularidades, eu saio"
POLÍTICA
A traição e a volta por cima de Alcides Bernal
POLÍTICA
Após tensão com a Câmara, Guedes 'perde' a Previdência para Maia
FAMOSOS
Morre Rubens Ewald Filho aos 74 anos
INTERIOR
Piloto sequestrado com avião em MS já foi preso pela PF por tráfico de drogas
SKOL testa carrinho de compras que auxilia pessoas cegas nos supermercados
BOM OU RUIM?
Facebook lança oficialmente a Libra, sua própria criptomoeda