Menu
Busca Sex, 04 de dezembro de 2020
(67) 9.9928-2002
Competição

Circuito MS de Boxe abre 14ª edição com 23 lutas neste domingo

29 abril 2018 - 15h14Por Redação Notícias VIP
O ginásio da Escola Estadual Joaquim Murtinho, em Campo Grande, se transformou em ringue para a realização da primeira etapa da 14º edição do Circuito Sul-Mato-Grossense de Boxe, na manhã deste domingo (29). A abertura oficial foi realizada às 9h30, dando início a competição.

Só neste domingo, serão realizadas 23 lutas, sendo 11 pela manhã e outras 12 no período da tarde. Cerca de 83 atletas se inscreveram, mas apenas 46 vieram para a primeira etapa da disputa, na Capital.

De acordo com o presidente da FDBMS (Federação de Boxe de Mato Grosso do Sul), Marcelo Nunes, o campeonato reúne competidores de ao menos sete municípios do Estado, sendo eles Campo Grande, Ladário, Aquidauana, Ponta Porã, Laguna Carapã, São Gabriel do Oeste e Três Lagoas.

Vice-campeão da última edição, o treinador Nilson Carlos Ferreira, de 48 anos, garante que a lição de casa está em dia. ?Montamos um time para ser campeão. Ano passado batemos na trave, mas agora vamos com tudo?, afirmou. Ao todo, a equipe do treinador conta com nove atletas nesta primeira fase.

Competição ? Os lutadores foram divididos em três classes: infantil, cadete e elite. Ao todo, são 14 categorias de peso, tendo sido a primeira luta de hoje na categoria até 52 quilos, entre os competidores José Jaime Ribeiro, de Ponta Porã, e Kevin Xavier, de Campo Grande.

A previsão é de que as lutas terminem por volta das 16h. A segunda etapa da competição, ainda sem data definida, será no município de Laguna Carapã. Já a terceira está prevista para ser realizada em Ponta Porã.

Sem idade ? A competição desta manhã também acabou sendo uma oportunidade para reunir a família e incentivar a prática de esportes para crianças e adolescentes. Mãe do pequeno José Samuel, de 2 anos, a funcionária pública Valdirene Dias Leite, de 32 anos, revelou sempre levar o filho nos eventos de boxe, principalmente como uma forma de acompanhar o pai, que é treinador e árbitro da modalidade.

?Desde pequeno ele acompanha tudo, está sempre com a gente. Com um mês ele já estava viajando comigo para acompanhar meu marido em uma competição em São Paulo. Ele, inclusive, foi campeão e acabou erguendo o bebê na hora da comemoração?, revelou.

E tantas vezes acompanhando os pais em treinos e competições parece estar rendendo resultados. Antes da competição começar, o pequeno virou atração por não fugir do ringue e ainda improvisar alguns golpes. ?É sempre uma diversão. Fora que, hoje as coisas estão tão perigosas e quando temos oportunidade de trazer nosso filho e incentivar ele a praticar esportes desde cedo, é muito bom?, relata Valdirene.
racismo

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esporte
Libertadores: Grêmio vence Guaraní e está nas quartas de final
Brasil e Mundo
Governo anuncia operação de combate a crimes contra idosos
Futebol
Vasco perde em São Januário e se despede da Copa Sul-Americana
Futebol
Operário-PR e Avaí empatam na abertura da rodada da Série B
Esporte
Jogos de Tóquio: dois meses após amputação, paratriatleta é prata
Política
Senado aprova PL sobre prioridade de vacinação da covid-19
Esporte
Russell substituirá Hamilton na Mercedes no GP do Sakhir
Alerta
Com avanço da Covid, Mato Grosso do Sul registra média de mil casos por dia
Campo Grande
Prosseguir: Governo volta a registrar municípios em grau de risco extremo
Saúde
Agências do Detran em Ladário e Mundo Novo suspendem atividades por suspeita de Covid-19 entre servidores