Menu
Busca Sex, 14 de agosto de 2020
(67) 9.9928-2002
Seleção

Estudo mostra que completar o álbum da Copa 2018 está 115% mais caro que em 2014

11 abril 2018 - 14h03Por Redação Notícias VIP
A Copa do Mundo na Rússia só começa no dia 14 de junho, quando a anfitriã enfrentará a Arábia Saudita pela partida de estreia, mas nas ruas, cidades de várias partes do planeta já respiram o ar do maior evento do futebol mundial. Pouco mais de dois meses para início da competição, o álbum de figurinhas é febre entre pessoas de todas as idades.

Para poder completar o álbum da Copa de 2018, é necessário adquirir 682 diferentes cromos. No entanto, conforme mostra um estudo da Cuponation, plataforma de descontos online da Global Savings Group, a edição deste ano está 115% acima se compararmos com o álbum do último Mundial, de 2014, realizada no Brasil.

Na última edição do álbum, eram 640 figurinhas necessárias para completar o livro e além disso, cada pacotinho com cinco cromos custava R$ 1. Em 2018, um pacote com cinco figurinhas custa R$ 2, ou seja, cada cromo equivale a R$ 0,40. Se o valor cobrado fosse baseado no IPCA, a inflação acumulada atual, o preço deveria ser 46% menor do que o atual, ou de aproximadamente R$ 1,37. 

news

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
Senado aprova auxílio de R$ 600 para trabalhadores do esporte Medida beneficia todos os funcionários do setor
Brasil
Brasil ocupa 4ª posição no primeiro índice iberoamericano sobre Govtec
Geral
Moro vai enfrentar a OAB
Polícia
PF cumpre 36 mandados de prisão em oito estados e no DF
Esporte
Atlético-GO supera Flamengo, que continua sem pontuar no Brasileiro Em Salvador, Bahia vence Coritiba por 1 a 0
Esporte
Brasileiro: Atléticos vencem e Botafogo empata na abertura da rodada
Esportes
PSG vence Atalanta no fim e vai à semifinal da Liga dos Campeões
Esportes
Treze abre vantagem sobre rival Campinense na final do Paraibano
Política
Ricardo Barros deputado federal pelo Paraná será o líder do centrão do Bolsonaro
Brasíl
Disputa pelo vice da Fórmula E embola em prova ruim para brasileiros Oliver Rowland vence. Di Grassi, Massa e Sette Câmara ficam em branco