Menu
Busca Dom, 24 de janeiro de 2021
(67) 9.9928-2002
Saúde Pública

Ex-técnico Renê Simões testa positivo para o COVID-19

30 março 2020 - 20h00Por Plantão de Esportes
 

Três dias após testar positivo para a Covid-19, René Simões participou - remotamente - da edição de hoje (30) do Expediente Futebol, do Fox Sports. O comentarista celebrou o fim da de seu isolamento e afirmou estar imune à doença.

"No dia 16 de março, senti muita dor de cabeça, dores no corpo e minha garganta fechou. Fui ao hospital e o médico fez um teste do Coronavírus e me disse que eu receberia o resultado dali a três ou quatro dias. Fui para casa e decidi entrar em isolamento total: entrei no meu quarto, fechei a porta, avisei minha esposa e minha filha para não entrarem no quarto por 14 dias. Isso sem saber se estava ou não com o Coronavírus. [...] No 11º dia, quando recebi a notícia de que o teste deu positivo, eu fiquei até contente. Acredito que já criei os anticorpos e, agora, com 14 dias cumpridos já pude sair do meu 'cativeiro' e estou imune. Esse vírus não me pega mais. É óbvio que eu tenho que tomar todos os cuidados para não pegar esse vírus de alguém e passar. Mas não eu pego mais, estou imune"

 

Fonte: UOL Noticia

violência contra a mulher 2

Deixe seu Comentário

Leia Também

Meteorologia
Domingo com períodos de sol e ar abafado em Mato Grosso do Sul
Justiça
Município de MS é condenado a pagar R$ 260 mil e pensão vitalícia a homem que caiu em cratera
Segunda etapa do Enem acontece neste domingo
Covid 19 em MS
Boletim Covid-19 deste sábado registra óbitos em 12 municípios
Alimentação
Governo federal se compromete com isenção de exportações para o PMA
Educação
O que é preciso saber para o segundo dia do Enem
Campo Grande
Marquinhos Trad cobra impostos e taxas da população de Campo Grande e não realiza serviços públicos.
Vacina
Fiocruz libera neste sábado distribuição de vacina aos estados
Tempo e temperatura
Meteorologia prevê sábado com pancadas de chuva e máxima de 33°C
Nioaque
Prefeito de Nioaque é o primeiro a ser investigado por tomar vacina destinada a indígenas