Menu
Busca Dom, 01 de agosto de 2021
(67) 9.9928-2002
ESPORTE

Fifa cria companhia e dividirá organização da Copa de 2022 com o Catar

O "empreendimento conjunto", como explicou a entidade, fará com que a entidade participe mais ativamente dos preparativos para o torneio no Catar, ao lado do Comitê Organizados Local

06 fevereiro 2019 - 09h00

A Fifa anunciou nesta terça-feira a criação de uma empresa para dividir a organização da Copa do Mundo de 2022. O "empreendimento conjunto", como explicou a entidade, fará com que a entidade participe mais ativamente dos preparativos para o torneio no Catar, ao lado do Comitê Organizados Local.

A "Fifa World Cup Qatar 2022 LLC" é a nova companhia criada pela entidade, que detém 51% de suas ações, ao lado do Comitê Organizador Local do Catar, que possui os outros 49%. "O objetivo é criar um modelo inovador que agilize a entrega operacional da Copa do Mundo", explicou a Fifa.

"Hoje, demos um grande passo na organização do maior evento esportivo de uma modalidade no mundo", afirmou a secretária-geral da entidade, Fatma Samoura. "O empreendimento conjunto busca reorganizar a forma com que trabalhamos na frente operacional e evitar ineficiências."

A dirigente garantiu que a iniciativa servirá para garantir a qualidade do evento. "Estou convencida de que este novo estilo de planejamento, entrega e legado, sempre lado a lado com nossos colegas no Catar, vai ajudar a assegurar que a Copa do Mundo continue sendo o evento mais aguardado por bilhões de fãs pelo mundo."

O conselho de administração da companhia será formado por dois vice-secretários-gerais da Fifa, Zvonimir Boban e Alasdair Bell; o chefe de torneios e eventos da Fifa, Collin Smith; o chefe legal da entidade, Emilio Garcia Silvero; além do presidente do empreendimento, Hassan Al Thawadi, seu CEO, Nasser Al-Khater, o vice-presidente da Associação de Futebol do Catar, Saoud Al-Mohannadi, e Yasir Al Jamal, presidente do escritório operacional do Supremo Comitê do Catar para Entrega e Legado.

"O projeto da Copa do Mundo do Catar está entrando em sua fase final e estamos felizes por lançar esta nova organização e desenvolver coletivamente o melhor plano operacional para 2022. Em menos de quatro anos, vamos receber as equipes e mais de um milhão de torcedores no Catar. É o trabalho que fizermos agora que vai garantir que a experiência que vamos prover seja além do que jamais foi experimentado no torneio", apontou Nasser Al Khater.

Com a nova empresa, a Fifa espera minimizar os problemas de organização para a Copa do Mundo. Antes do torneio realizado no Brasil, em 2014, por exemplo, a entidade se irritou com alguns atrasos na obra. Seu secretário-geral na época, Jérôme Valcke chegou a dizer que o País precisava de um "chute no traseiro" para acelerar a preparação. Com informações, Notícias ao Minuto.

vacina sim

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mato Grosso do Sul
Inscrições prorrogadas para a segunda edição do Prêmio Inova
Oportunidade
Estão abertas as inscrições para curso de idiomas na UEMS
Brasília
PP não vai aceitar filiação de Bolsonaro
Dourados
Agesul retira mais de 800 toneladas de lixo das margens da MS-156 em Dourados
Interior
SubsRacial leva Campanha Julho das Pretas a Rochedo, com temas de saúde e educação
Mato Grosso do Sul
Temperaturas voltam a subir e ar seco segue predominando nesta quarta-feira
Mato Grosso do Sul
Governo investe R$ 5,8 milhões na pavimentação da MS-455, criando novo acesso a Capão Seco
Interior
Corpo de Bombeiros monitora incêndios com imagens de satélite e amplia fiscalização em áreas de focos
Campo Grande
Até quando a massa de ar frio polar vai atuar em Mato Grosso do Sul?
Esportes
Hoje é Dia: nota 10 de Comaneci e Dia do Futebol marcam semana