Menu
Busca Sex, 04 de dezembro de 2020
(67) 9.9928-2002
ESPORTES

Flamengo vence América-MG na despedida de Julio Cesar

Por Carol Assis
No dia da despedida do goleiro Julio Cesar dos gramados, Henrique Dourado também foi protagonista e marcou os dois gols da vitória por 2 a 0 sobre o América-MG na noite de sábado, no Maracanã, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro.

O triunfo comandado pelo centroavante foi o primeiro do time carioca na competição nacional. Na estreia, em jogo cheio de polêmicas da arbitragem, empatou fora de casa com o Vitória.

Assim, o time dirigido por Maurício Barbieri soma quatro pontos no torneio e volta a vencer um jogo oficial - derrotou o Atlético-GO em amistoso - após mais de um mês, o que dá mais tranquilidade para os próximos compromissos do time na temporada e diminui a pressão da torcida, que chegou até a pichar o muro da Gávea após o empate em 1 a 1 com o Santa Fe, da Colômbia, pela Copa Libertadores.

Além disso, segue ostentando um tabu considerável sobre o América-MG. Não perde para o time mineiro há 18 anos no Maracanã. São nove partidas nesse período, com um empate e oito vitórias do time carioca.

Julio Cesar se despediu com êxito no breve retorno ao clube que o projetou. Nos dois jogos defendendo a meta rubro-negra, não sofreu gols e saiu invicto, já que o time vencer as duas partidas - 3 a 0 contra Boavista e, agora, 2 a 0 diante do América-MG.

a partida que marcou seu adeus, o goleiro não fez apenas figuração. Pelo contrário. Foi protagonista e determinante para a vitória com, ao menos, três boas defesas. A principal delas em cabeceio de Juninho, já nos últimos instantes do último de seus 286 jogos com a camisa do clube.

Em campo, o Flamengo teve dificuldades contra um organizado América-MG. Começou pressionando, mas parou na falta de criatividade e, nos primeiros momentos, abusou das bolas lançadas à área. Foi pelo alto, porém, a origem do primeiro gol do time carioca. Aos 28 minutos, Vinícius Júnior cruzou e Henrique Dourado apareceu atrás da zaga, na segunda trave, para cutucar para o gol e abrir o placar no Maracanã.

O gol fez bem ao time, que aumentou a vantagem sete minutos depois do primeiro gol, novamente com Henrique Dourado. O centroavante sofreu pênalti do goleiro Jori e, como de costume, bateu com muita frieza para deixar o Fla mais tranquilo na partida.

Na etapa final, o Flamengo se retraiu demais, limitando-se a defender e deixou a desejar. Se não fosse pela segurança de Julio Cesar com pelo menos três boas aparições no chute de Serginho e nas cabeçadas de Rafael Moura e Juninho, a equipe poderia ter sofrido o empate e a festa do ídolo flamenguista teria tido menos brilho.

Após a partida, Julio Cesar, com a sensação de missão cumprida, chorou muito, brincou com os companheiros, deu a volta olímpica no Maracanã e foi aplaudido de pé pelos mais de 50 mil torcedores presentes no estádio, que voltaram a entoar: Melhor goleiro do Brasil, para o agora ex-jogador.

violência contra a mulher

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Senado aprova PL sobre prioridade de vacinação da covid-19
Esporte
Russell substituirá Hamilton na Mercedes no GP do Sakhir
Alerta
Com avanço da Covid, Mato Grosso do Sul registra média de mil casos por dia
Campo Grande
Prosseguir: Governo volta a registrar municípios em grau de risco extremo
Saúde
Agências do Detran em Ladário e Mundo Novo suspendem atividades por suspeita de Covid-19 entre servidores
Política
Agehab notifica mutuários de Nova Andradina por inadimplência
Brasília
Senado inclui organizações sociais na suspensão de cumprir metasEu
Esporte
Barcelona deveria ter vendido Messi, diz presidente interino
Campo Grande
Estadual de Futebol 2020: empate por 1 a 1 garante classificação do Operário à semifinal
Campo Grande
Especialistas veem na energia fotovoltaica oportunidades para desenvolvimento na agricultura familiar