Menu
Busca Ter, 21 de setembro de 2021
(67) 9.9928-2002
Esporte

Libertadores: com um a menos, Flamengo segura empate com Racing

Vaga para as quartas será definida na próxima terça no Maracanã

25 novembro 2020 - 06h27Por Plantão de notícias - N.V.

O Flamengo foi, nesta terça (24), ao estádio Presidente Perón para enfrentar o Racing (Argentina) na partida de ida das oitavas de final da Copa Libertadores. O objetivo era a vitória, mas o empate em 1 a 1 acabou sendo um bom resultado pelas circunstâncias, em especial a expulsão do zagueiro Thuler.

Gols no primeiro tempo

O jogo começou sob chuva intensa, que não atrapalhou em nada o confronto, realizado no ótimo gramado do El Cilindro de Avellaneda. Nos primeiros minutos o time argentino se postou de forma adiantada, pressionando a saída de bola da equipe brasileira.

E essa pressão dá resultado aos 12 minutos, quando Fabricio Domínguez domina a bola no meio campo e arranca pela direita. O lateral direito chega à linha de fundo e cruza rasteiro para Fértoli, que escora para vencer o goleiro Diego Alves.

O Flamengo nem dá tempo de o Racing se acostumar com a vantagem, e empata dois minutos depois. Bruno Henrique recebe lançamento na ponta esquerda, se livra da marcação e cruza, de três dedos, para Gabriel deixar tudo igual.

Aos 33 minutos o time brasileiro ficou muito perto da virada, quando Bruno Henrique recebe novamente na esquerda, corta o marcador, mas, ao invés de tocar novamente para o camisa 9, bate com categoria. Mas a bola, por capricho, explode no travessão. Grande lance do atacante. Assim, a igualdade permanece até o intervalo.

Expulsão de Thuler

Quem inicia melhor a etapa final é o Racing, que aos 4 minutos chega a balançar a rede da meta defendida por Diego Alves, mas o gol é anulado por falta no decorrer da jogada.

Aos 11 minutos Gabriel deixa o gramado para entrada de Vitinho. Quatro minutos depois o camisa 11 faz um lindo lance, quando, após receber lançamento, dá um balão em um zagueiro e toca para Arrascaeta marcar. Porém, o lance é anulado pelo árbitro, que assinala impedimento do atacante do Rubro-Negro.

A partir daí o Flamengo começa a valorizar a posse de bola, aumentando seu volume de jogo. E aos 27 minutos o time da Gávea chega novamente com perigo, quando, após boa troca de passes, Filipe Luís recebe na esquerda e cruza para Everton Ribeiro chegar cabeceando.

Três minutos depois a equipe brasileira cria chance clara, quando Vitinho toca para Arrascaeta, que devolve para o camisa 11 chutar, mas a bola vai para fora.

Aos 36 minutos a situação do Flamengo muda completamente, quando o zagueiro Thuler é expulso ao receber cartão vermelho direto após entrar de carrinho em um jogador do Racing. A marcação foi confimada com auxílio do VAR (árbitro de vídeo).

Com um homem a mais, o Racing cresce na partida, mas não consegue transformar a maior posse de bola em oportunidades claras. Assim, o empate perdura até o apito final do árbitro.

Jogo de volta

Agora, a vaga para as quartas de final será definida na próxima terça-feira (1), quando o Flamengo recebe o Racing no estádio do Maracanã. 

Por Agência Brasil EBC

Deixe seu Comentário

Leia Também

ONU
Presidente faz discurso na Assembleia Geral das Nações Unidas
Abertura do evento é feita tradicionalmente pelo presidente do Brasil
Brasília
Senador quer convocar filho de Bolsonaro após provocação à CPI
Mato Grosso do Sul
Inverno se despede com temperaturas acima dos 40°C e umidade do ar em níveis críticos
Política
Transferência de pagamento de perícias médicas aos segurados do INSS é criticada em debare do Senado Federal.
Política
Deputados cassados por corrupção recebem aposentadoria de até R$ 23,3 mil pela Câmara
Brasíl
Pesquisadora explicou como governo favoreceu a circulação do vírus
Política
Maioria é a favor da regulamentação do lobby, revela DataSenado
PF
CPI recorreu à PF para obter documentos negados pela Precisa e pelo Ministério da Saúde
Brasil
Covid-19: Brasil tem 21,2 milhões de casos e 590,5 mil mortes
Brasília
Dia Mundial do Doador de Medula Óssea muda cores do Congresso Nacional