Menu
Busca Ter, 14 de julho de 2020
(67) 9.9928-2002
Futebol

Polêmica criada por atitude de mascote do galo mineiro

17 fevereiro 2020 - 20h15Por Plantão de Notícias

https://twitter.com/i/status/1229212334033448961

 
 

O clube Atlético-MG enfrentou no domingo (16/02/2020) a Caldense pelo Campeonato Mineiro, no Estádio Independência, e apresentou à torcida o jogador Diego Tardelli e as jogadoras do elenco do time feminino. Durante a cerimônia, o mascote da equipe interagiu com uma das atletas pegando em sua mão, fazendo-a girar e, em seguida, esfregou as mãos ao ver o corpo dela. Veja:

Cena interpretada como assédio do mascote com jogadora do Atlético Mineiro.

O clube emitiu nota de repúdio contra o assédio à jogadora e demitiu sumariamente o funcionário que dá vida ao mascote do galo mineiro.

 

 

A atitude do homem fantasiado com a zagueira Vitória Calhau gerou revolta de torcedores, jornalistas e comentaristas esportivos nas redes sociais. André Rizek, do SporTV, disse: “Que vergonha. Tudo o que uma mulher não quer hoje tem nessa cena. A mulher quer ser reconhecida por ser uma boa jogadora, e não por ser bonita ou ter uma curva assim ou assado”.

RACISMO NÃO!

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasíl
Justiça determina quebra de sigilo bancário da Backer
Política
Governo vai enviar PL com penas mais rígidas para violência sexual
Saúde
Covid-19: Brasil chega a 72,8 mil óbitos e 1,88 milhão de casos
Brasília
Defesa aciona PGR contra Gilmar Mendes por ministro ter associado Exército a genocídio
Saúde
Crise do coronavírus pode ficar "pior e pior e pior", alerta OMS Reuters Staff
Brasíl e Mundo
Estudante de veterinária levou uma picada da terrível naja tinha outras cobras exóticas
Brasíl
Mulher de Queiroz se entrega e cumprirá prisão domiciliar com marido no Rio
Educação
Bolsonaro nomeia pastor Milton Ribeiro como ministro da Educação
Esporte
Natália Gaudio defende maior longevidade para atletas brasileiras
Bolsonaro e Coronavirus
Reabertura precoce transforma Brasília em epicentro da Covid-19