Menu
Busca Dom, 26 de setembro de 2021
(67) 9.9928-2002
Esporte

Ruim para ambos: Goiás e Vasco empatam pela Série A do Brasileiro

Na Vila Belmiro, Santos derrota Bahia e segue de olho na liderança

01 novembro 2020 - 21h15Por Agência Brasil EBC

 

Goiás e Vasco empataram por 1 a 1 neste domingo à noite (1º), no estádio da Serrinha, em Goiânia, pela 19ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. O resultado não foi bom para nenhum dos lados. que é o penúltimo. O Cruzmaltino, com 19 pontos, saiu temporariamente da zona de rebaixamento e assumiu o 16º lugar, mas pode retornar ao Z-4 se o Red Bull Bragantino pontuar na segunda-feira (2) contra o Grêmio, em Porto Alegre, às 20h (horário de Brasília).

Os donos da casa iniciaram a partida em cima, mas quem abriu o placar foi o Vasco. Aos 16 minutos, o meia Leonardo Gil cobrou escanteio e o lateral Léo Matos, que estreava pelo time carioca, cabeceou para as redes. O Goiás teve a chance do empate aos 25 minutos, mas o atacante Fernandão, na pequena área, isolou a bola. Aos 36, a equipe alviverde perdeu outra chance, desta vez com Keko. O atacante recebeu de Fernandão e tocou na saída do goleiro Fernando Miguel, para fora.

A pressão goiana permaneceu no segundo tempo. Aos 11 minutos, enfim, ela deu resultado. Fernandão chutou em cima de Fernando Miguel e, no rebote, o meia Shaylon deixou tudo igual. A partida perdeu ritmo, ficando mais animada nos minutos finais, com oportunidades perdidas pelos atacantes Douglas Baggio - duas vezes, sendo uma na trave - e Rafael Moura, do Goiás. Na última delas, o zagueiro Ricardo Graça travou Rafael Moura na hora da finalização, dentro da área.

O Vasco volta a campo na quarta-feira (4), às 21h30 (horário de Brasília), contra o Caracas, na capital venezuelana, no duelo de volta do confronto pela segunda fase da Copa Sul-Americana. Já o Goiás terá a semana cheia e atuará somente no próximo sábado (7), às 19h, diante do São Paulo, no Morumbi, pela 20ª rodada do Brasileirão.

Vitória santista

Mais cedo, na Vila Belmiro, o Santos se manteve na cola dos líderes ao derrotar o Bahia por 3 a 1. O Peixe foi a 30 pontos, mantendo-se na sexta posição e ganhando moral para reencontrar o Ceará nesta quarta-feira, às 19h, na Arena Castelão, no duelo de volta do confronto pelas oitavas de final da Copa do Brasil. O Tricolor de Aço segue com 19 pontos, na 15ª colocação. A equipe dirigida por Mano Menezes recebe o Melgar, do Peru, na quinta-feira (5), às 21h30, pela segunda fase da Copa Sul-Americana, também para o segundo jogo.

Santos venceu o Bahia em partida com primeiro tempo agitado
Santos venceu o Bahia em partida com primeiro tempo agitado - Ivan Storti/ Santos FC/Direitos Reservados

Os gols saíram todos no primeiro tempo. Logo aos nove minutos, o atacante Yeferson Soteldo cruzou pela esquerda e o lateral Madson se antecipou a zaga e desviou para o gol. Na sequência, o goleiro santista João Paulo fez grandes defesas em chutes do meia Élber e do atacante Gilberto, evitando o empate. Aos 25, o volante Jobson rolou e o atacante Marinho mandou para as redes. Aos 27, o Bahia diminuiu com o meia Danielzinho, aproveitando bola alçada na área pelo lateral Nino Paraíba. Só que aos 36, o Peixe marcou o terceiro: Jobson cobrou falta e o goleiro Douglas aceitou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Campo Grande
Croquete de mandioca com carne: petisco saboroso e prático
Politicos
Vai vendo Brasil!
Religiosos
Padre é preso por desviar dinheiro da igreja para orgias gays e drogas
Brasil e Mundo
Covid-19: Brasil registra 19,4 mil casos e 699 mortes em 24h
Justiça
STF decide se os estados devem pagar hospitais pela tabela SUS
Geral
Anatel aprova leilão da exploração do acesso móvel na tecnologia 5G
Inclusão
Índice reúne dados sobre a inclusão de brasileiros com deficiência
Campo Grande
Preso em ação contra corrupção em MS era o 'braço direito' do ex-prefeito e 'quem assinava os cheques', diz polícia
Operação Policial
Polícia Federal faz operação para combater fraude no INSS do Amazonas
Campo Grande
Ameaça de delação de Gilmar Olarte causa 'espanto', afirma procurador-chefe do MP