Menu
Busca Ter, 21 de setembro de 2021
(67) 9.9928-2002
Campo Grande

A aglomeração em frente a diversos locais na Capital

Onde está o prefeito da capital? Está fazendo proselitismo

30 abril 2020 - 08h00Por Antônio José/J.Frias

Por diversas vezes se viu aglomeração em Campo Grande, seja por culpa do prefeito e de suas estúpidas decisões. Assim foi com a vacinação contra gripe; redução de número da frota de ônibus do transporte coletivo; propaganda nos canais de televisão; proselitismo ilegal com cestas básicas da merenda escolar; prova da ineficiência da gestão pública e prova de insegurança nas decisões do prefeito.

fila no centro da Capital.

 

Terminais de ônibus superlotados, causando problemas graves à população.

transporte coletivo em Campo Grande, MS

Os órgãos de controle se calam em conivência com a falta de eficiência do prefeito Marcos Marcello Trad, carinhosamente conhecido como Marquinhos.

Cabe aos vereadores a fiscalização, mas eles estão em isolamento social há muito tempo, aparecendo apenas para aprovar os projetos do prefeito Marquinhos.

O MP deixou aquela perseguição aos mandatos anteriores, na fiscalização, no controle da gestão pública.

Por incrível que pareça, por essas autoridades, nada é falado na defesa da população, quanto mais atitudes.

 

J. Frias

 

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

ONU
Presidente faz discurso na Assembleia Geral das Nações Unidas
Abertura do evento é feita tradicionalmente pelo presidente do Brasil
Brasília
Senador quer convocar filho de Bolsonaro após provocação à CPI
Mato Grosso do Sul
Inverno se despede com temperaturas acima dos 40°C e umidade do ar em níveis críticos
Política
Transferência de pagamento de perícias médicas aos segurados do INSS é criticada em debare do Senado Federal.
Política
Deputados cassados por corrupção recebem aposentadoria de até R$ 23,3 mil pela Câmara
Brasíl
Pesquisadora explicou como governo favoreceu a circulação do vírus
Política
Maioria é a favor da regulamentação do lobby, revela DataSenado
PF
CPI recorreu à PF para obter documentos negados pela Precisa e pelo Ministério da Saúde
Brasil
Covid-19: Brasil tem 21,2 milhões de casos e 590,5 mil mortes
Brasília
Dia Mundial do Doador de Medula Óssea muda cores do Congresso Nacional